Você está em busca dos destinos mais incríveis da Europa de lua de mel para casais LGBT? Confira neste post inspirações perfeitas para vocês.

A lua de mel é um momento muito importante para o casal, pois simboliza o início de um ciclo de compartilhamento de vidas.

Nada melhor do que aproveitar este momento para conhecer e viver experiências diferentes em destinos incríveis no velho continente, não é mesmo?

Selecionamos opções para contemplar gostos, orçamentos e disponibilidade de tempo diversas, para ajudar você a planejar uma viagem perfeita para  sua tão esperada comemoração de casamento!

Esperamos que a nossa seleção inspire você e ajude na difícil escolha de destino para a lua de mel.

Nós podemos elaborar o roteiro de viagem de lua de mel personalizado perfeito para a sua viagem, confira todas as informações e encomende já o seu.

 

Islândia

 

A Islândia é simplesmente fenomenal e vem ganhando espaço na esfera do turismo internacional.

O país teve primeiro chefe de estado abertamente gay do mundo, o que torna a Islândia a materialização das perspectivas liberais tão celebradas entre os países nórdicos. Não é a toa que o país é um destino perfeito para lua de mel LGBT .

País de extremos geológicos, a Islândia surpreende com suas paisagens maravilhosas e com seu povo acolhedor e simpátivo.

Em Reykjavik, a capital da Islândia, há diversos espaços gay friendly, inclusive hotéis, como o 101 Hotel , que possui belas vistas sobre o porto e a cidade velha. Sem dúvidas um destino maravilhoso para a sua lua de mel.

É um destino perfeito para:  casais modernos e que adoram apreciar belas paisagens e destinos exóticos

Como chegar:  Não há voos diretos para Islândia, mas é possível fazer conexão em diversos aeroportos na Europa, saindo de diversas cidades do Brasil.

Quando ir: O melhor período para visitar a Islândia é entre Maio a Setembro, especialmente nos meses de verão europeu, pois o frio no inverno é muito intento

Custos: Os custos de viagem na Islândia são altos, podendo variar para mais ou menos a depender de suas escolhas.

 

Hawaii

 

Kauai-luke_shadbolt-travel-nicole_warne-3-1080x721

Luke Shadbolt

O Hawaii sempre surge em nossas memórias quando pensamos em paraíso!

Suas ilhas são exóticas, com praias de águas cristalinas, vegetação selvagem e uma energia incrível.

Não é a toa que o Hawaii é considerado um dos melhores destinos para passar a lua de mel e é procurado por milhares de casal todos os anos.

Ser inclusivo e aceitar o casamento LGBT faz parte de toda a mentalidade Aloha, mas também é um bom negócio para a região, que recebe centenas de casais gays em lua de mel, por isso a região recebe centenas de casais gays para comemorar a celebração de seus casamentos.

De todas as ilhas do Hawaii a que mais nos agrada é Kauai, por ser a mais preservada em termos culturais e naturais.

Por que não passar a sua lua de mel na ilha do ” Aloha “?

É um destino perfeito para:  casais que procuram praias paradisíacas e natureza exuberante

Como chegar:  É possível chegar na maioria das Ilhas do Hawaii de avião, saindo da maioria das cidades dos Estados Unidos. Há também opção de cruzeiros para as ilhas havaianas.

Quando ir: O clima ameno é característico das ilhas havaianas, o que as torna um destinos maravilhosos o ano todo. De Abril a Setembro, no entanto, o clima da ilha fica ainda melhor que nos outros meses.

Custos: Custos intermediários. Você pode encontrar opções extremamente refinadas e caras e outras intermediárias.

 

África do Sul

 

A foodie world

A foodie world

Apesar de fazer parte do continente africano, a África do Sul é um bom destino para lua de mel gay.

A África do Sul é o único país africano a combater a discriminação aos gays e a reconhecer o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

Esta tolerância, no entanto, limita-se às grandes cidades como a bela Cidade do Cabo, que oferece vinícolas ao seu redor, acesso a safáris  e uma vida cultural e noturna vibrantes. Por isso, se você quer celebrar o seu amor com liberdade não pense em estender muito a viagem.

O destino é, sem dúvidas, uma boa opção para quem está em busca de um lugar diferente para comemorar a lua de mel.

É um destino perfeito para:  casais que querem viver uma experiência diferenciada na África

Como chegar:  Há voos diretos para a África do Sul, mas é provável que tenha que fazer conexão em outra cidade.

Quando ir: O clima ameno é característico da África do Sul, o que o torna um destino maravilhoso o ano todo.

Custos: Custos intermediários. Você pode encontrar opções extremamente refinadas e caras e outras intermediárias.

 

Tokyo – Japão

 

Miner 8

Miner 8

Quem não sonha em conhecer o misterioso e exótico Japão?

Apesar de não reconhecer o casamento gay, o Japão é um dos países mais tolerantes da Ásia em relação a homossexuais, por isso, é uma boa escolha para a sua lua de mel.

Jovem e vibrante , a cidade de Kyoto é um bom destino de lua de mel para quem procura algo diferente e relaxante, aproveitando templos tranquilos, tradicionais hotéis japoneses conhecidos como ryokan e banhos termais rodeados de cerejeiras floridas.

No entanto, tenha em mente que demonstrações de afeto não são muito bem vistas no país, seja em casais héteros ou gays, portanto, respeite a cultura local e certamente não será surpreendido.

É um destino perfeito para:  casais que querem viver uma experiência diferenciada na Ásia

Como chegar:  Há poucos voos diretos para o Japão, portanto, é provável que tenha que fazer conexão nos Estados Unidos ou em Dubai em outra cidade.

Quando ir: O Japão tem estaçõe climáticas muito definidas e todas são surpreendentes. No entanto, visitar o país na época de floreio das cerejeiras (Março e Abril) é uma boa ideia.

Custos: O Japão oferece custos  de viagem altos e você pode encontrar opções extremamente refinadas e caras e outras intermediárias.

 

Puerto Vallarta – México

 

Luxury retreats

Luxury retreats

Ah, o ensolarado e acolhedor México, país latino com muita personalidade.

Apesar de o país ter uma forte tradição vinculada à religião católica,  Puerto Vallarta acaba de conquistar o título de primeira cidade mexicana a receber o Gay Travel Approved, certificação de excelência no acolhimento do público LGBT concedida pelo reconhecido portal Gay Travel.Com.

 São reconhecidos com este selo empresas, serviços e destinos que asseguram tratamento especial e exclusivo para a experiência de viagem, numa atmosfera de inclusão e bem-estar. Por isso, o destino vem se tornando cada vez mais atraente para o público LBGT.

O reconhecimento não se dá somente pela amável recepção dos moradores locais com os visitantes, mas também pelo ambiente agradável e grande oferta de serviços turísticos e de entretenimento especializados para o público LGBT.

É um destino perfeito para:  casais que querem viver uma lua de mel em praias paradisíacas e com clima latino

Como chegar:  Há poucos voos diretos para o México, portanto, é provável que tenha que fazer conexão nos Estados Unidos ou até mesmo no Panamá.

Quando ir: O México é um destino incrível em todos os meses do ano, no entanto, de Maio a Setembro as temperaturas são ainda mais interessantes.

Custos: O México oferece custos  de viagem intermediários e você pode encontrar opções extremamente refinadas e caras e outras intermediárias.

 

St. Barth

 

St. Barth Tourisme

St. Barth Tourisme

O Caribe é, sem dúvidas, uma região perfeita para lua de mel.

No entanto, algumas ilhas do Caribe são conhecidas por sua homofobia, o que acaba afastando casais gays que estão celebrando o seu casamento.

Não é o caso da charmosa ilha francesa de Saint Barts, que recebe muito bem os turistas homossexuais e possui hotéis declaradamente gay friendly.

Lojas de grife, hotéis de luxo e praias paradisíacas são alguns dos atrativos para curtir a lua de mel sob o sol caribenho. Uma verdadeira alegria!

É um destino perfeito para:  casais que querem viver uma lua de mel em praias paradisíacas 

Como chegar:  Há poucos voos diretos para o Caribe, portanto, é provável que tenha que fazer conexão nos Estados Unidos ou até mesmo no Panamá.

Quando ir: O Caribe é um destino incrível em todos os meses do ano, no entanto, de Maio a Setembro as temperaturas são ainda mais interessantes.

Custos: St, Barth oferece custos  de viagem intermediários e você pode encontrar opções extremamente refinadas e caras e outras intermediárias.

 

Machu Pichu – Peru

 

Travel and leisure
Travel and leisure

Machu Picchu, símbolo do império Inca, está no imaginário de quase todos os viajantes do mundo.

O Peru sempre foi um destino predileto dos os mochileiros, pois oferece uma boa quantidade de albergues por um preço baixo. Além disso, a comida e o transporte no país são muito mais baratos do que no Brasil.

Mas, o que mais tem chamado a atenção dos viajantes e dos pombinhos nos últimos tempos é o crescimento do turismo de luxo e declaradamente gay friendly na área.

Não é a toa, pois o Peru reúne as melhores qualidades que um destino turístico pode ter, como cultura fascinante, história, belezas naturais e povo acolhedor.

Por isso, cada vez mais o Peru tem se destacado como destino de lua de mel, pois além de ser cheio de belezas naturais oferece tratamento diferenciado aos seus visitantes.

 É um destino perfeito para:  casais que buscam conhecer um destino completamente inusitado para lua de mel e fazer uma viagem tranquila e inesquecível.

Como chegar: Para chegar em Cusco, é possível chegar de avião ou ônibus. De lá para Águas Calientes, a cidade base para visitar Machu Picchu é possível fazer o trajeto de trem, que oferece diversas categorias de assentos.

Quando ir: Machu Picchu fica numa região que recebe muitas chuvas no verão, e o período entre novembro e março não é aconselhável para sua visita A alta temporada vai de maio a setembro, quando chove menos. Dentro desses meses, junho e julho são os melhores para conhecer Machu Picchu, já que a probabilidade de precipitação é  muito menor

 Custos: Os custos de viagem no Peru são baixos, especialmente se fizer escolhas de hospedagem

 

Austrália

 

Tourism Australia

Tourism Australia

A Austrália é um país super celebrado e é receptivo aos casais gays em lua de mel.

Filmes cult como Priscila, a Rainha do Deserto mostraram a vida noturna vibrante de Sydney e colocaram a Austrália no mapa dos destinos preferidos do turismo gay.

Desde as regiões vinícolas de Barossa e Hunter Valley até a magnífica Grande Barreira de Coral, passando pelo árido deserto e a infinidade de praias do litoral, o país da Oceania tem incontáveis atrações para uma lua de mel inesquecível.

Sydnei tem grande destaque na procura para lua de mel LGBT, mas é possível explorar mais o país e desbravar a sua beleza singular

 É um destino perfeito para:  casais que buscam conhecer um destino inusitado e diferente para lua de mel

Como chegar: Os voos para Austrália fazem conexões, tanto nos Estados Unidos quanto no Oriente Médio e em média são mais de 24 horas de voo.

Quando ir: O destino apresenta clima agradável durante todo o ano, especialmente durante os meses mais quentes, cujas temperaturas podem variam de 18º a 25º. O verão australiano vai de dezembro a fevereiro, período considerado alta temporada. Julho é o mês mais frio, com temperaturas que variam de 8º a 16º.

 Custos: Os custos de viagem no Peru são intermediários, especialmente se fizer escolhas de hospedagem

 

Tel Aviv – Israel

 

Dobovo

Dobovo

Você pode até estranhar o fato de estarmos indicando um país extremamente religioso como destino para sua lua de mel.

Acontece que Tel Aviv é o destino mais gay-friendly no Oriente Médio e com a sua agitada vida noturna, praias belíssimas, evibe tranquila, não é nenhuma surpresa que a cidade israelense esteja atraindo visitantes gays.

Se você tem vontade de conhecer o Oriente Médio, Tel Aviv é a melhor opção para você, pois é uma cidade fascinante e cosmopolita.

A cidade tem museus incríveis, restaurantes extraordinários, boates e bares gays e é muito acolhedora para os casais homossexuais.”

É considerado um país seguro para viajar em sua lua de mel. Vale a pena considerar!

 É um destino perfeito para:  casais que buscam conhecer um destino totalmente diferenciado

Como chegar: Os voos para Tel Aviv fazem conexões, geralmente em cidades da África ou Oriente Médio e em média são mais de 24 horas de voo.

Quando ir: Seco e quente no verão, úmido e com temperaturas amenas no inverno.  Período mais seco – maio a agosto (quando quase não há incidência de chuva); Período mais chuvoso – dezembro a fevereiro (probabilidade de chuva de 35% a 40%); Meses mais quentes – junho a agosto; Meses mais frios – dezembro a fevereiro.

 Custos: Os custos de viagem a Tel Aviv são intermediários, mas podem variar conforme suas escolhas de hospedagem.

 

Deserto do Atacama – Chile

 

tara

O Deserto do Atacama é o mais seco do mundo e também o mais bonito!

Não há como descrever a beleza do local, até porque as paisagens encontradas por lá são verdadeiramente únicas e inigualáveis.

Se você estiver procurando um destino exótico, com muita beleza natural e tranquilidade, o Atacama pode ser uma excelente opção para você.

Clique aqui para acessar todos os posts que publicamos sobre o Deserto do Atacama.

Outro ponto a ser considerado pelos casais em lua de mel é que o destino oferece diversas opções de hospedagem luxuosa, perfeitas para a ocasião. Clique aqui para ver as melhores opções de hotéis no Deserto do Atacama.

Além disso, é um destino relativamente perto do Brasil, o que torna a viagem mais confortável.

É um destino perfeito para:  casais que buscam conhecer as paisagens incríveis de uma das regiões mais inóspitas e belas do planeta.

Como chegar:  Chegar no Deserto do Atacama é muito simples para os brasileiros. É necessário primeiro pegar um voo até Santiago, a capital do Chile e de lá outro voo para Calama, aeroporto mais próximo de San Pedro de Atacama. Do aeroporto para a cidade há muitas opções de transportes como transfers, ônibus e carros privados.Clique aqui para ver o post completo sobre como chegar no Atacama.

Quando ir: Apesar de poder ser visitado em qualquer época do ano, a melhor época para conhecer o Atacama é de Março a Maio e de Setembro a Novembro, pois nestes meses as temperaturas são mais amenas e a amplitude térmica não é extrema. Clique aqui para ver o post completo sobre quando visitar.

Custos: O Atacama é uma região inóspita e isso significa que tudo que chega lá é fruto de uma logística muito complicada. Por esse motivo os preços são mais altos que em outras regiões no Chile.

Há opções de hospedagem e alimentação para todos os gostos, sendo possível organizar viagens com valores intermediárias e caras.

 

Você quer viajar com segurança e conforto? Conte conosco para elaborar o seu roteiro de viagem de lua de mel personalizado!


roteiros personalizados


seguro

Não deixe de compartilhar com os seus amigos clicando nos ícones abaixo.

advert-image