Roteiro de 5 dias em Nova York

Planejando uma viagem para Nova York? Confira aqui o roteiro de 5 dias em Nova York – Guia Completo com itinerários diários.

Nova York é uma cidade incrível e tem muitas atrações para visitar, sendo impossível conhecer tudo em apenas uma visita de 5 dias.

No entanto, o viajante que planeja direitinho o seu roteiro consegue fazer uma viagem bem completa e visitar as mais icônicas atrações e a maioria dos bairros de Nova York.

O roteiro aqui sugerido tem o objetivo de auxiliar você a fazer a melhor viagem possível para Nova York em 5 dias. Aproveite!

+ Está em busca de um Guia de viagem para Nova York com roteiros diários completos? Baixe aqui o seu Ebook e garanta uma viagem perfeita!

 

# ROTEIRO DO 1º DIA EM NOVA YORK

 

Se você sair do Brasil  com destino à Nova York, vai chegar bem cedo pela manhã e pode escolher se locomover até a sua hospedagem através do metrô por conta própria, shuttle compartilhado ou táxi privado. Para verificar todas as opções clique aqui e confira o post com as dicas.

Possivelmente, você não vai conseguir fazer check in assim que chegar, então a melhor ideia é deixar as malas na recepção e seguir para a primeira atração do dia, o Central Park, o parque mais celebrado da cidade

Está em busca de um hotel bom e barato em Nova York? Confira aqui a seleção dos hotéis com o melhor custo benefício.

 

Central Park

O Central Park é o sonho da maioria dos viajantes e torna-lo a primeira atração a ser visitada transforma a sua viagem, deixando-a mais mágica. Este parque que tem mais de 150 anos e muita história para contar é lindíssimo e também gigantesco.

Ele é considerado um oásis no meio da selva de pedra e funciona também como o pulmão de Nova York. Você pode acessar o site oficial do parque clicando aqui e planejar a sua visita. Sugerimos visitar a parte sul do parque e se estiver visitando no inverno aproveite para patinar no Wolliman Park.

Uma boa ideia é alugar uma bike ou fazer um free walking tour oferecido diariamente no parque, mas o importante mesmo é passear por lá para se encantar pela beleza natural estonteante do Central Park.

Ao sair da parte sul do Central Park, visite a Apple Store da 5ª Avenida, a mais icônica loja da marca, onde você pode admirar a bela arquitetura e também as novidades da Apple no endereço: 767 Fifth Avenue.

Aproveite para visitar um dos melhores museus de Nova York: O American Natural History Museum.

 

American Natural History Museum

O maior museu de história natural do mundo é também uma das atrações mais impressionantes em Nova York.

O museu ocupa nada mais nada menos que quatro blocos da cidade e conta com salas de 45 exposições, que detêm mais de 30 milhões de artefatos da terra, mar e espaço exterior. Não importa o assunto que fascina, este museu vai ensinar-lhe algo que vai explodir sua mente, sendo um passeio perfeito para toda a família!

Quer ver esqueletos de dinossauros em tamanho real? Eles têm. Quer saber mais sobre o funcionamento interno do corpo humano? Vai encontrar muitas exposições dedicadas a este tema. Quer sentir como é a sensação de estar no espaço ou muito abaixo da superfície do oceano? Está tudo lá, portanto, garanta já o seu ingresso!

Quem tem o New York Pass ou New York City Pass não precisa comprar ingresso unitário, pois a visita está inclusa nos dois passes, mas se quiser comprar o ingresso unitário, clique aqui.

De lá, siga para explorar uma das mais famosas e elegantes avenidas do mundo: a 5ª Avenida.

 

5th Avenue

A 5th Avenue é o símbolo maior da riqueza e ostentação de Nova York e é lá que você pode encontrar muitas lojas famosas desde marcas sofisticadas a mega stores fast fashion. Aproveite para caminhar com calma pela avenida e absorver a energia frenética e enérgica de Nova York, também conhecida como a cidade que nunca dorme.

Aproveite a oportunidade para visitar o primeiro museu do roteiro, o MoMa. Se tiver comprado o New York Pass, chegou a hora de estrear o seu cartão turístico, mas se tiver o NYC City Pass, essa é uma das únicas atrações que terá que comprar ingresso unitário para entrar na atração – para saber tudo sobre os passes clique aqui, garanta já o seu e evite filas.

 

MoMa ( Opcional )

MoMa é o Museu de Arte Moderna de Nova York, possui muitas atrações maravilhosas e sem dúvidas é um passeio que não pode faltar em seu roteiro por Nova York.

Esse é um museu que agrada a todos, pois possui diferentes tipos de obras de arte, de pinturas clássicas a intervenções artísticas originais e alternativas. É um bom passeio para crianças também.

Ao sair do MoMa, continue pela 5ª Avenida e dê uma passadinha nas famosas e fotogênicas esculturas Love e Hope do artista Robert Indiana, que estão localizadas na 6a Avenida com a 55 e na 6a com a 53, respectivamente.

Depois de tirar suas fotos, continue a caminhada por Midtown até a St. Patrick´s Catedral.

 

St. Patrick´s Catedral

A belíssima Catedral de São Patrício está localizada no coração de Midtown em Nova York e é uma verdadeira jóia tradicional no centro urbano da cidade, capaz de surpreender a todos.

A catedral que foi construída entre 1858 e 1878 e impressiona com seu estilo neogótico super charmoso. Vale a pena visitar o interior da catedral, já que a entrada é gratuita.

Depois, siga para mais um cliché de Nova York, a Magnolia Bakery, uma das mais populares confeitarias de Nova York, que tornou-se ainda mais famosa depois de ser retratada em Sex and the City. Vale a pena experimentar os bolos, cupcakes ou o famoso banana pudding.

Seguindo um pouco a diante, vai encontrar o famosíssimo Rockfeller Center, a próxima atração a ser visitada.

 

Top of the Rock + Rockfeller Center

O Rockfeller Center é, na verdade, um grande complexo com 19 edifícios e um centro comercial super movimentado que pertence à família Rockfeller.

Mas, a sua atração mais procurada por turistas do mundo todo é o Top of the Rock, no topo do edifício Rockfeller Center, de onde se pode ter uma das mais belas vistas de Nova York.

A visita está programada exatamente para o horário do pôr do sol e vocês podem aproveitar para apreciar uma das maravilhas da natureza mais impressionantes e se apaixonar completamente por Nova York.

Quem tem o New York Pass ou New York City Pass não precisa comprar ingresso unitário, pois a visita está inclusa nos dois passes, mas se quiser comprar o ingresso unitário, clique aqui.

Ao descer do passeio incrível ao Top of The Rock, siga para conhecer a Grand Central Station, bem próxima à atração.

 

Grand Central Station

A Grand Central Station é uma estação de trem ainda ativa e encanta pela sua arquitetura clássica em estilo Art Déco.

Há muitas peculiaridades na Grand Central Station e você pode verificar todas no nosso Ebook completo sobre Nova York, mas saiba que a pintura do teto do salão central e o relógio Tiffanys exposto na entrada principal da estação são duas das mais incríveis atrações.

Ao sair, verifique o imponente Chrysler Building, situado em frente da estação e que já chegou a ser um dos mais altos dos Estados Unidos, ocupando atualmente o sétimo lugar do ranking e conta com uma arquitetura Art Déco super bonita em sua entrada.

Aproveite para jantar pela região e voltar para o hotel cedo para recarregar as energias.

 

# ROTEIRO DO 2º DIA EM NOVA YORK

 

Neste dia, o roteiro será focado no Upper East Side, o bairro residencial mais privilegiado de Nova York e apresenta uma atmosfera elitista com seus apartamentos, restaurantes e moradores sofisticados.

É o bairro mais retratado por filmes de Hollywood com tramas na Big Apple e você certamente vai sentir um certo clima de dejavú, afinal de contas já passeou bastante por lá – mesmo que por trás das telas!

A melhor forma de chegar lá é de metrô, através das linhas 4, 5 e 6, com parada na 59th St. Lexington Avenue e o bairro está ao lado do Central Park, mais especificamente entre a rua 59th e a 96th do lado leste do parque, cruzando inclusive com a Fifth Avenue e ao redor da Madison Park.

Comece o dia visitando alguns dos mais icônicos museus de Nova York, na Museum Mile, que engloba o Metropolitan Museum, o Guggenheim Museum, o Museu Judaico e do Design e outros museus nos arredores.

 

Metropolitan

Uma visita à cidade de Nova York não estará completa sem uma viagem ao Museu Metropolitano de Arte e não importa o seu perfil de viajante, o MET vai te agradar de alguma forma.

O museu é atração mais visitada da cidade e onde você pode apreciar coleções que abrangem mais de 5.000 anos de cultura, desde a pré-história até o os dias de hoje.

Por ser tão diverso e completo, a melhor ideia é você dar uma olhada no site para escolher o que quer visitar.

A entrada está inclusa no New York Pass e no NYC City Pass –  para saber tudo sobre os passes clique aqui, garanta já o seu e evite filas.

 

Guggehnein

O museu Guggenheim é conhecido tanto por sua arquitetura famosa como por sua coleção superlativa de arte e mostras bem administradas.

Projetado pelo visionário arquiteto americano Frank Lloyd Wright e concluído em 1959 é o lar de uma das melhores coleções do mundo de arte moderna e contemporânea e é em si uma obra-prima da arquitetura moderna.  Vale a pena visitar – compre aqui o ingresso com antecedência.

A entrada está inclusa no New York Pass e no NYC City Pass como uma das atrações opcionais –  para saber tudo sobre os passes clique aqui, garanta já o seu e evite filas.

Ao sair do museu, caminhe pelo bairro, que tem opções de compras incríveis, pois reúne nas avenidas Lexington, Park, Madison e Fifth, grandes centros comerciais que reúnem algumas das lojas e marcas mais caras e sofisticadas do mundo. Por lá estão as super famosas e celebradas lojas de departamento Bloomingdale’s na 1000 Third Avenue onde é possível encontrar quase tudo.

Depois, siga para fazer um passeio inusitado e diferenciado, fora do roteiro “tradicional” em Nova York.

 

Roosevelt Island

Entre as ruas 59 e 60 você pode pegar o “Roosevelt Tramway” que custa apenas US$2,75, está incluso do MetroCard e sai a cada 15 minutos.

A Roosevelt Island é uma ilha de três quilômetros de comprimento que liga Manhattan ao Queens e visite o Roosevelt Park, construído em homenagem ao histórico discurso do presidente Franklin D. Roosevelt em 1941 que na época foi uma grande motivação para a criação dos Estados Unidos e que também inspirou a concepção dos direitos humanos da Nações Unidas.

O parque oferece uma vista linda da Skyline de Manhattan e vale a pena dar uma passeada despretensiosa por lá.

Siga, então para conhecer o incrível Empire State Building, que oferece uma das mais icônicas vistas da Big Apple.

 

Empire State Building

Com uma silhueta reconhecível por praticamente todo o mundo, o Empire State Building é um monumento Art Deco símbolo de New York City e estrela de algumas grandes cenas românticas, dentro e fora da tela.

As vistas da cidade a partir do observatório no 86º andar são espetaculares, mas a vista de 16 andares acima a partir do observatório 102 andares são ainda mais incríveis.

Trata-se de um clássico de Nova York e certamente merece a sua visita, de preferência no pôr do sol, para assistir ao espetáculo da natureza banhando toda a Big Apple. Compre aqui o seu ingresso com antecedência.

A entrada está inclusa no New York Pass e no NYC City Pass –  para saber tudo sobre os passes clique aqui, garanta já o seu e evite filas.

Ao voltar, sigas para Times Square, outra avenida extremamente popular entre os brasileiros para encerrar um dia mágico.

 

Times Square

A Times Square é a mais chocante avenida de Nova York e encanta os turistas com seu movimento peculiar, telões gigantescos coloridos e com suas lojas irresistíveis.

A Times está sempre muito lotada de turistas e merece um passeio de reconhecimento e aproveite para comprar os ingressos dos musicais nos balcões da TKTS – para verificar qual a melhor opção de musical para você clique aqui.

+ Para conferir o post completo com todas as informações sobre a Times Square clique aqui.

 

# ROTEIRO DO 3º DIA EM NOVA YORK

 

Time Out

Neste dia, o roteiro será concentrado na região mais jovem e revitalizada de Manhattan.

 

Chelsea

Chelsea é uma região charmosa, jovem, alternativa de Nova York e oferece arquitetura arrojada, prédios comerciais, bons restaurantes e vida noturna agitada.

O Chelsea também uma região muito conhecida pelo cenário LGBT em NY, mas também como um local onde todos, independente da religião, orientação sexual, são acolhidos, sendo que essa atmosfera pode ser sentida em seus bares, restaurantes, hotéis e lojas.

Como não poderia ser diferente, o Chelsea tem uma vida artística bastante interessante e possui muitas galerias de arte. O bairro também é conhecido como um bom local para compras, já que possui muitas lojas em suas ruas, sendo algumas alternativas e outras bem conhecidas do público.

Vale a pena caminhar pela região e descobrir as galerias, restaurantes e lojas incríveis e depois seguir para o High Line Park e suba na escada da 20th Street com a 10ª Avenida.

 

High Line Park

O Highline foi inaugurado em 2009 e transformou-se em parque onde antes passava uma linha ferroviária suspensa.

Funciona entre Gansenvoort Street no Meatpacking District até a rua 34 e é aberto a todos, sendo um belo lugar para fazer uma pausa para o almoço e passear ao longo ganhando pouco vistas para as ruas de Nova York!

Simplesmente uma atração imperdível em Manhattan, que não pode ficar de fora de seu roteiro, sendo a melhor opção para passeios tranquilos.

Caminhe até a saída na Gansevoort Street com a 30th Street e siga para explorar o Meatpacking!

 

Meatpacking

O nome vem do fato de a área ter sido ocupada por matadouros e fábricas de processamento e embalagem de carnes, principalmente no Gansevoort Market.

A região se estende entre a West 14th Street até Gansevoort Street, e do Hudson River até a Hudson Street e vale a pena um passeio com calma para absorver a energia diferenciada do local.

Desde que os 230 dos 250 matadouros de animais que ali funcionavam em 1900 foram desativados, o bairro tornou-se o queridinho de Manhattan e reconhecido pela sua pegada fashionista com lojas e cafés modernos e pela vibrante vida noturna.

Atualmente, o  lugar tem o comércio de rua mais chique da cidade e vale a pena dar uma olhada nas região, que hoje é uma meca de compras que atende a uma ampla clientela.

Vale a pena passar no Gasenvoort Market, um dos mais interessantes mercados da cidade. Depois, siga caminhando para o super recente Museu Whitney de Arte Moderna.

 

Museu Whitney de Arte Americana

No início de 2015, a Whitney abriu as portas do seu fabuloso novo edifício Piano Renzo no Meatpacking District, entre a High Line e o Rio Hudson.

O novo museu tem 8 andares (6 acessíveis ao público), com mais de 50.000 pés quadrados de state-of-the-art com o melhor da arte norte americana. Vale a pena a visita!

Depois, siga para conhecer o Chelsea Market, um dos astros do bairro e perfeito para uma experiência gastronômica inesquecível.

 

Chelsea Market

O Chelsea Market é um belo exemplo de restauração e preservação que a Big Apple oferece, pois o local na verdade era uma antiga fábrica de biscoitos criadora do Oreo, a Nabisco, foi transformado em uma atração fenomenal com excelentes opções gastronômicas.

Atualmente, o espaço abriga uma praça de alimentação super variada e sofisticada, opções de compra de alimento e até mesmo lojas de marcas fashion.

O mercado preenche um quarteirão inteiro da cidade, delimitado pela West 15th Street, West 16th Street na Nona e Décima Avenida.

Os visitantes têm a sensação vívida de estarem passeando em uma antiga fábrica, pois os seus pisos originais foram mantidos, assim como as paredes de tijolos expostos.

Passeie pelas inúmeras lojas e encontre produtos e restaurantes do simples ao sofisticado e aproveite esta atmosfera fantástica.

Siga, então para Greenwich Village, uma das regiões mais interessantes para desbravar em Nova York enquanto pedestre, pois vai encontrar ruas de paralelepípedos, super agradáveis para um passeio tranquilo.

Caminhe no Village, que é assim chamado pois parece mesmo uma vila com casinhas de tijolos, até o Washington Square Park.

 

Washington Square Park e NYU

Greenwich Village, o bairro ao redor do Washington Square Park, é o centro do “campus” da Universidade de Nova York, a NYU.

É movimentado, cheio de restaurantes 24 horas, compras, vida noturna e artes, mas o mais marcante desta região é a suaampla vegetação e arquitetura que tem mais low-rise com casas em brownstones do que arranha-céus edifícios de escritórios.

Vale a pena encontrar um restaurante super descolado por lá para finalizar a noite no melhor estilo.

 

# ROTEIRO DO 4º DIA EM NOVA YORK

 

O roteiro do 4º dia em Nova York será focado no Financial District, uma das mais importantes áreas da cidade.

Comece o dia no Battery Park no extremo sul da ilha de Manhattan, no mesmo local onde está o Castle Clinton e onde se pode comprar os ingressos para visitar a Estátua da Liberdade.

 

Battery Park

Para fazer o passeio comum à Estátua da Liberdade você já terá que passar por lá, mas mesmo que não fosse, valeria a pena visitar o parque pois de lá se tem uma visão incrível da baía de Nova York.

Quem viaja com crianças não pode deixar de ir no carrossel, que é um dos mais lindos da cidade com aspecto futurista e pautado no tema fundo do mar.

Caminhe pelo parque e aproveite as belas vistas do Battery Park e depois siga para fazer o mais famoso passeio de Nova York.

 

Ferry para Staten Island e Estátua da Liberdade

O melhor lugar para ficar no barco que faz o passeio até a Estátua da Liberdade é na parte de trás ou lateral, do lado direito na ida e esquerdo na volta

A Lady Liberty está virada para a Europa e simboliza a aversão às rígidas estruturas sociais do Velho Continente e é um dos grandes símbolos do sonho americano.

A visita a Lady Liberty é combinada com a Ellis Island, o portão de entrada mais famoso dos Estados Unidos que recebeu mais de 12 milhões de imigrantes e possui um incrível museu contanto a história de cerca de 40% da população dos Estados Unidos, que possui ligação com estes imigrantes que por lá passaram.

Depois de explorar a Ilha e a Lady Liberty, volte para Manhattan e siga para conhecer o Charging Bull.

 

Charging Bull

Seguindo pela Broadway no sentido Sul, você irá encontrar um dos símbolos mais famosos do distrito financeiro de Nova York, o Charging Bull.

Trata-se de uma escultura de bronze que representa o símbolo do otimismo do sistema financeiro e também da da prosperidade, pois o animal está a ponto de dar largada a uma corrida.

É um local movimentado, pois reza a lenda que pegar nos testículos do touro traz sorte e dinheiro. Realidade ou ficcção, melhor não arriscar e cumprir a tradição!

Siga, então, para caminhar por Wall Street, onde circula boa parte do capital financeiro do mundo.

 

Wall Street

A famosa Wall Strett é o mais importante centro comercial e financeiro do mundo e vale a pena caminhar pela sua extensão, passando pelo Federal Hall, uma obra-prima neoclássica que abriga um museu dedicado à história de Nova York depois da colonização.

Também não pode deixar de passar na Trinity Church, situada na Wall Street com a Broadway, uma igreja anglicana belíssima.

Trace o seu caminho de forma a chegar no World trade center, um dos símbolos de Nova York.

 

World trade center

O novo complexo do World Trade Center inclui o One World Trade Center, além de três outros arranha-céus de escritórios e o Memorial & Museu Nacional do 11 de Setembro e o World Trade Center Observatory, de onde se tem uma das melhores vistas da cidade.

Por contarem parte da história moderna da Big Apple, é uma atração que não pode ficar de fora de seu roteiro e a entrada do memorial está inclusa no New York Pass e no NYC City Pass como uma das atrações opcionais –  para saber tudo sobre os passes clique aqui, garanta já o seu e evite filas.

No entanto, a entrada para o observatório deve ser comprada em separado clicando aqui para evitar filas.

Para quem quer fazer compras, bem próximo ao memorial fica a enorme loja de departamentos Century 21 que vale a pena visitar. Para conferir o post completo sobre as melhores lojas de roupas, sapatos e cosméticos de Nova York clique aqui.

Sugerimos que sigam para jantar no Tribeca, região com muitos restaurantes fantásticos que vale a pena visitar!

 

# ROTEIRO DO 5º DIA EM NOVA YORK

 

O roteiro do 5º dia será dedicado ao Brooklyn, uma região sensacional e bem diferente do padrão de Manhattan, que possui uma energia, ritmo de vida, cores e atrações são únicas.

Enquanto Manhattan se orgulha da sua faceta clássica, o que se vê pelo Brooklyn é renovação e reeinvenção e não pode ficar de fora do seu roteiro de viagem em Nova York, pois esta será uma das atrações mais incríveis da sua viagem, pode acreditar.

Se puder, dê preferência para visitar o Brooklyn no final de semana e tente evitar a segunda-feira, quando a região está mais esvaziada.

Comece o dia em Williansburg, um dos bairro mais descolados da cidade, que vem se destacando cada vez mais com suas lojas, restaurantes e intervenções artísticas.

+ O seguro viagem é fundamental para sua viagem e nossos leitores têm 15% de desconto – Clique aqui para garantir o seu com a melhor cotação do mercado.

 

Williansburg

O bairro merece toda a fama de ser considerado o mais cool do momento, pois as suas ruas exalam jovialidade, criatividade e agitação.

Williansburg passou por uma revitalização recente e hoje apresenta uma arquitetura super inovadora com prédios super modernos em estilo loft e não é a toa que este será o primeiro ponto do roteiro pelo Brooklyn.

A melhor forma de chegar em Williansburg é pelo metrô, mais especificamente pela linha L, descendo na estação Bedford Avenue, que é a primeira depois de Manhattan.

Descendo na estação Bedford Avenue você vai sair direto na região mais movimentada de Williansburg e pode sair para explorar outras ruas, sabendo que o movimento de Williansburg está concentrado entre a Bedford Avenue e Kent Street e ruas 11 e Metropolitan Avenue.

Por lá você vai encontrar muitos restaurantes e lojas descoladas. Se você se identifica com o estilo vintage e hypster não vai querer ir embora. A depender do horário faça um Bruch, almoço ou lanche por lá, opções não vão faltar!

Explore as região indicadas com calma e assimile o ar despojado de Williansburg.  Se você visitar o Brooklyn nos finais de semana não deixe de conferir a Brooklyn Flea, que acontece aos domingos e a Feira Smorgasburg que ocorre durante o final de semana para captar um pouco mais dos hábitos locais.

Se tiver interesse em cerveja, veja a dica a seguir.

 

Brooklyn Brewery

Aqui você acha tanto uma cerveja clássica, com uma linda cor de âmbar e um perfume aromático, como várias cervejas especiais que são feitas apenas para certos eventos.

A cervejaria oferece visitas guiadas muito interessantes de 45 minutos com degustação no final. Vale a pena se for um apreciador!

Pegue o metrô e siga para passear pelo Brooklyn Heights Promenade, uma das mais legais atrações do Brooklyn.

 

Brooklyn Heights Promenade

O Brooklyn Heights Promenade vai tirar o seu fôlego.

É um dos lugares mais românticos em Nova York, e tem sido o destino para milhares de datas comemorativas, propostas de casamento e celebrações de aniversário.

Parte de seu comprimento oferece uma vista da Estátua da Liberdade, o horizonte de Manhattan e da majestosa Ponte de Brooklyn, portanto, passeie com calma apreciando as belas vistas.

Desça na Fulton Ferry Landing e encontrará a Brooklyn Ice Cream Factory, um ótimo lugar para provar sorvetes artesanais super tradicionais no Brooklyn e siga para o Brooklyn Bridge Park.

 

Brooklyn Bridge Park

O Brooklyn Bridge Park, de onde é possível observar o Skyline de Manhattan e faça do Brooklyn Bridge Park a parada mais longa e proveitosa do seu dia, pois é realmente um local que vale a pena.

O parque da ponte de Brooklyn está localizado sob a ponte de Brooklyn e se estende por 2km, começando na Jay Street no DUMBO até Cobble Hill e atrai milhares de visitantes a cada semana que vêm para inspirar com as lindíssimas vistas de Manhattan.

Não deixe de conferir o Jane’s Carousel, um dos cartões postais da Big Apple que conta com 48 cavalos dispostos em 3 fileiras e mais de mil luzes.

Pode sair para explorar as ruelas maravilhosas do DUMBO e no final do dia, no horário do pôr do sol, volte para atravessar a Brooklyn Bridge.

 

Brooklyn Bridge

A Brooklyn Bridge, que liga o Brooklyn a Manhattan  e é uma das pontes mais conhecidas no mundo, pois oferece uma perspectiva do Skyline de Manhattan incomparável.

Dica importante: Se você for seguir o nosso roteiro pelo Brooklyn no inverno, talvez a temperatura não permita que você atravesse andando a Ponte do Brooklyn. Neste caso, a melhor opção é atravessar o rio com o East Side Ferry até  Pier 11, à altura de Wall Street e de lá seguir o seu roteiro.

 

Gostou das dicas? Planeje a sua viagem através dos links indicados e ajude o blog com uma pequena comissão. Obrigada 🙂

– Reserve já seu hotel com cancelamento grátis através do Booking.com ou se preferir, reserve seu hotel através da Hotéis.com e pague em em até 12x no cartão sem o IOF

– O seguro viagem é item importante para a sua viagem, sendo obrigatório para os países da Europa. Faça já a sua pesquisa com a Real Seguros, compare as cotações dos melhores seguros e pague em até 6x sem juros. Não deixe de conferir também a cotação da Mondial Seguros e ganhe 15% de desconto comprando através do blog

– Já conhece o Airbnb? Cadastre-se aqui e ganhe R$ 100 de bônus no Airbnb para usar na primeira reserva – é grátis!

– Compre os ingressos com antecedência e evite filas. Confira todas as opções de ingressos, passeios e shows da Viator e também os descontos imperdíveis da Ticketbar

– Vai viajar de carro? Reserve já o carro para sua viagem com cancelamento gratuito através da Rental Cars, a melhor plataforma para comparação de preços entre as empresas de aluguel, com o melhor serviço de atendimento ao cliente

– Passagens aéreas, hotéis e pacotes baratos na Decolar.com – clique aqui e confira as ofertas imperdíveis

– Roteiros Personalizados: Se preferir, podemos planejar a sua viagem e elaborar um roteiro sob medida para você. Saiba mais clicando aqui e entre em contato através do email contato@omundoepequenoparamim.com.br

advert-image