Visto de viagem para a Índia

Confira neste post o guia completo e atualizado sobre o visto de viagem para a Índia com todas as informações que você precisa para tirar o seu de maneira prática e rápida.

Uma das maiores dúvidas que tive ao organizar a minha viagem para a Índia foi como solicitar o visto de viagem para o país. Isto porque, a maioria dos sites em português se encontram desatualizados, já que a Índia mudou as regras de solicitação e de duração do visto recentemente e a maioria das fontes confiáveis na internet ainda não atualizaram as informações disponíveis.

Se você também está se sentindo um pouco perdido e já leu algumas informações conflitantes, não se preocupe, pois neste post você vai encontrar todas as informações atualizadas que precisa para solicitar o seu visto para a Índia e garantir uma viagem incrível.

Por sinal, antes de seguir confira todos os posts já publicados no blog sobre a Índia clicando aqui.

Para começar, é imporante saber que Brasileiros e Portugueses precisam de visto para visitar a Índia, independente da intenção e duração da viagem.

E, diferente da maioria dos países da Ásia, o visto de entrada na Índia deve ser solicitado e aprovado antes da viagem, já que a categoria “Visa on arrival” não está disponível no país.

Sendo assim, se você acabou de comprar a passagem (ou se está seriamente pensando em comprar o seu ticket para a Índia em breve), é importante saber que vai precisar organizar o trâmite do seu visto para entrar no país.

Mas, a boa notícia é que o processo de aplicação e obtenção do visto indiano nunca esteve tão fácil. Por isso, é bom saber desde já que não vale a pena se desistimular a viajar para lá por conta da necessidade do visto, pois o procedimento é relativamente fácil e prático.

Também vale ressaltar que além do visto, os viajantes precisam ter um passaporte válido por pelo menos 6 meses a contar da data da viagem e pelo menos duas páginas em branco disponíveis no passaporte para emissão do visto.

Desta forma, caso o seu passaporte não se encaixe nestas especificações, você precisará obter um novo antes de iniciar o seu processo de solicitação do visto. Clique aqui para ler o post completo sobre como tirar o passaporte novo no Brasil.

Agora que você já sabe das informações introdutórias, vamos às dicas das modalidades de visto e para o passo a passo sobre como solicitar o seu.

 

VISTO DE VIAGEM PARA A ÍNDIA

 

Há dois métodos de emissão de vistos disponíveis para viajantes Brasileiros e Portugueses – o visto normal que deve ser solicitado perante a embaixada no país de origem a e o E-visa que pode ser solicitado e aprovado digitalmente e finalizado na chegada na Índia. Sobre eles vamos tratar em detalhes nos tópicos seguintes.

São cinco as modalidades de visto disponíveis para Brasileiros e Portugueses: o e-Tourist ( aplicável para turismo), e-Business (aplicável para negócios), e-Medical visa (aplicável para tratamentos médicos), e-Medical Attendant (aplicável para acompanhante médico) e e-Conference visa (aplicável para participar de conferências).

O visto de turismo, por exemplo, inclui as seguintes atividades: Recreação, visita aos pontos turísticos, visita casual para encontrar amigos ou parentes, e/ou participar de programas curtos de yoga.

Se você pretende aplicar para um visto diferente do de turismo, pode consultar as informações sobre as outras modalidades no site da Embaixada da Índia no Brasil clicando aqui.

 

Prazo de duração do visto Indiano

 

Até o início de 2019 os vistos tinham duração de apenas 2 meses e não possibilitavam múltiplas entradas.

A notícia boa é que atualmente, os vistos emitidos para viajantes brasileiros têm duração de até um ano contados a partir da autorização do visto e permite múltiplas entradas no país.

E essa é uma novidade super celebrada pelos viajantes, já que uma viagem à Índia costuma ser combinada com outros países, como o Nepal por exemplo, e geralmente os voos fazem escala na Índia, seja na ida ou na volta e é importante poder transitar pelo país sem problemas.

Mas, é importante levar em consideração que cada visita não pode ser mais longa do que 90 dias contados a partir da entrada no território indiano.

Sendo assim, não é possível permanecer por períodos mais longos que 3 meses seguidos na Índia. E se você tiver a intenção de ficar mais tempo por lá, deve sair do país e retornar para então ficar por mais três meses e repetir o processo até que 365 dias tenham transcorridos.

Vamos, então às dicas práticas sobre cada um dos métodos para obtenção do visto Indiano.

 

E-VISA PARA A ÍNDIA

Tudo que você precisa saber

 

O E-visa é atualmente o método mais utilizado para solicitação e obtenção do visto de viagem para a Índia. Isto porque, todo o processo é bem prático e rápido e pode ser feito de qualquer lugar do mundo 🙂

O E-visa é aplicável para os viajantes que pretendem chegar na Índia através de um dos 28 aeroportos ou 5 portos marítimos listados a seguir.

Aeroportos que aceitam o E-visa: Ahmedabad, Amritsar, Bagdogra, Bengaluru, Bhubaneshwar, Calicut, Chennai, Chandigarh, Cochin, Coimbatore, Delhi, Gaya, Goa, Guwahati, Hyderabad, Jaipur, Kolkata, Lucknow, Madurai, Mangalore, Mumbai, Nagpur, Portblair, Pune, Tiruchirapalli, Trivandrum, Varanasi e Vishakhapatnam

Portos marítimos que aceitam o E-visa: Cochin, Goa, Mangalore, Mumbai, Chennai

Se você pretende chegar na Índia através de fronteiras terrestres, como por exemplo numa viagem de carro entre o Nepal e Índia deve solicitar o visto convencional perante o consulado Indiano através do procedimento presencial.

O E-visa pode ser solicitado num período não inferior a 4 dias antes da viagem e num período máximo de 120 dias antes. Sendo assim, se comprou a passagem com muitos meses de antecedência e não pode aplicar para o visto de imediato, vale a pena organizar um alarme na agenda para não esquecer de fazer quando a viagem estiver mais próxima 🙂

Para solicitar o E-visa, você deve acessar o site do governo Indiano clicando aqui.

Na página principal, clique no botão do meio, indicando o processo de E-visa

Depois, você será redirecionado para a página de aplicação do visto e deve clicar no botão “Apply here for visa” no canto esquerdo inferior.

Então, será direcionado para as páginas onde deve preencher suas informações pessoais e informações sobre a viagem. Clique aqui para conferir o modelo de páginas e de preenchimento.

O processo é bem detalhado e você terá que fornecer inclusive informações dos países visitados nos últimos 10 anos. Também precisará informar endereço na Índia e para isso deve ter uma reserva de hotel pelo menos para a primeira noite.

Você pode clicar aqui e fazer a reserva através do Booking.com com cancelamento gratuito e utilizar os dados da reserva na aplicação do seu visto.

No processo, você também terá que fazer o upload de uma foto estilo 3×4 com fundo branco (tirei em casa mesmo, com o celular e editei) e páginas do passaporte.

Se quiser informações ultra detalhadas de como preencher o formulário do E-visa confira este post super completo do Casal Wanderlust clicando aqui.

Ao final, receberá a confirmação da solicitação e deve fazer o pagamento online de forma rápida e segura.

Depois de pagar, você receberá uma confirmação do pedido, que geralmente é enviada em um prazo de 24 horas, mas pode demorar um pouco mais, então não se preocupe.

Depois da confirmação chegar no seu email e de ter efetuado o pagamento, você receberá uma carta digital com a aprovação do pedido e autorização para obter o visto na chegada no país.

Este documento é chamado ETA (Electronic Travel Authorization) e não representa o seu visto, mas sim uma autorização para obter o visto na chegada no país. Sobre o processo de obtenção do adesivo você vai encontrar informações detalhadas a seguir.

A resposta demorou um dia para chegar e geralmente o processo é bem rápido mesmo. Mas, não se preocupe, pois ele pode levar até 5 dias.

 

Dica importante: você deve imprimir essa carta de autorização recebida por email e levar para a sua viagem. Precisará dela para embarcar no voo e ao desembarcar no controle de imigração.

Em caso de dúvidas você pode entrar em cotnato através do e-mail para indiatvoa@gov.in ou ligar para o telefone +91-11-24300666.

 

Quanto custa o E-visa para a Índia

 

O Visto Eletrônico para Índia custa USD 80,00 + 2,5% de taxa cobrada pelo banco ao pagar com cartão de crédito.

Esse valor cobre a validade do visto de 365 dias e opção de múltiplas entradas no país durante este período.

Achei carinho, mas infelizmente não tem como evitar o pagamento desta taxa.

 

Como resolver o E-visa ao desembarcar na Índia

 

Como explicado acima, ao aplicar para o E-visa, você receberá uma autorização para obter o visto na chegada e este documento é chamado ETA (Electronic Travel Authorization).

Isso quer dizer que a carta recebida por email não é o visto em si, mas sim a autorização para entrar no país e obter o visto físico no seu passaporte no desembarque na Índia.

Sendo assim, ao desembarcar, você será requisitado a mostrar a carta de aprovação no controle de imigração, junto com o formulário em papel que receberá durante o voo – mas que também pode ser obtido nos balcões de atendimento no aeroporto, caso não receba.

No controle de imigração, seus dados biométricos serão documentados digitalmente e o visto será colado no seu passaporte.

O procedimento para nós foi super prático e rápido e em menos de 5 minutos tudo já estava resolvido!

VISTO NORMAL PARA ÍNDIA

 

A obtenção do visto normal não é obrigatória e nem indicada, exceto para os viajantes que pretendem entrar na Índia através de fronteiras terrestres.

Caso a chegada seja por aeroportos ou portos marítimos, o E-visa é a opção mais prática para a sua viagem. Isto porque, ao aplicar pelo o visto normal para Índia, os viajantes precisam de pelo menos uma visita ao consulado para coleta de dados biométricos, enquanto que através do E-visa você poderá fazer todo o procedimento online e colher os dados biométricos no aeroporto ao desembarcar no país

Desta forma, a aplicação para o visto normal para Índia acaba sendo uma opção interessante viável apenas para os residentes nas cidades de São Paulo e Brasília, onde os consulados estão localizados. Caso contrário, ter que viajar para os consulados somente para colher dados biométricos torna uma viagem à Índia não atrativa e custosa por demasiado.

Dica importante: o Consulado de São Paulo têm em sua jurisdição o processamento de vistos para cidadão de São Paulo, Rio de Janeiro, Parana, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Residentes de outros estados devem aplicar para o Consulado de Brasília.

Os vistos normais podem ser emitidos com duração de 3, 6 e 12 meses, com uma ou múltiplas entradas, a depender da aplicação.

As mesmas categorias aplicáveis para o E-visa são aplicáveis para o visto normal. São elas: o Tourist ( aplicável para turismo), Business (aplicável para negócios), Medical visa (aplicável para tratamentos médicos), Medical Attendant (aplicável para acompanhante médico) e Conference visa (aplicável para participar de conferências).

Através deste método, os viajantes podem embarcar para Índia com o visto já impresso no passaporte e não precisam seguir o procedimento na imigração.

O processo para aplicação do visto normal começa com o preenchimento do formulário on line através do link a seguir online Visa Form.

No campo ‘Indian Mission Office’ deve ser escolhido o Consulado que pretende visitar para fazer o cadastramento biométrico – São Paulo ou Brasília.

Você será requisitado a enviar uma foto estilo 3×4 para passaporte com 60% da área da foto com a face e o resto com fundo branco.

Ao preencher todas as páginas, você receberá um número de aplicação, que deverá ser utilizado para os próximos passos.

Ao final, imprima e assine as páginas em baixo da foto na primeira página e na segunda página.

O procedimento a seguir difere entre o consulado de São Paulo e Brasília e você pode consultar as informações atualizadas nos links a seguir:

Clique aqui para conferir todas as informações no site do Consulado de São Paulo.

Clique aqui para conferir todas as informações no site do Consulado de Brasília

Em resumo, você deve comparecer no Consulado com o formulário impresso e assinado, junto com a documentação requerida e solicitar a emissão do seu visto

 

Informação importante: O Certificado Internacional de Vacinação contra Febre Amarela é um requisito obrigatório para brasileiros aplicando para o visto de entrada na Índia e é necessário tê-lo em mãos antes de iniciar o processo para qualquer tipo de visto.

 

A vacina é oferecida gratuitamente em postos de vacinação do SUS, onde o viajante poderá obter o Cartão Nacional de Vacinação, válido apenas em território nacional. 

Para viagens internacionais, apresente seu cartão nacional no Centro de Orientação ao Viajante mais próximo (confira a lista aqui) para a emissão do Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia, que deverá ser anexado ao seu passaporte durante a viagem. Geralmente, este certificado pode ser emitido nos aeroportos.

 

As nossas dicas foram úteis para você?

 

Agradeceremos muito se planejar a sua viagem através dos links abaixo, pois assim nos dará um incentivo a manter a qualidade do blog sem pagar nada a mais por isso. Obrigada desde já! 🙂

 

– Reserve já seu hotel com cancelamento grátis através do Booking.com.

– O seguro viagem é item importante para a sua viagem, sendo obrigatório para os países da Europa. Faça já a sua pesquisa com a Real Seguros, compare as cotações dos melhores seguros e pague em até 6x sem juros.

– Já conhece o Airbnb? Cadastre-se aqui e ganhe R$ 180 de bônus no Airbnb para usar na primeira reserva – é grátis!

– Compre os ingressos com antecedência e evite filas. Confira todas as opções de ingressos, passeios e shows da VGet Your Guide

– Vai viajar de carro? Reserve já o carro para sua viagem com cancelamento gratuito através da Rental Cars, a melhor plataforma para comparação de preços entre as empresas de aluguel, com o melhor serviço de atendimento ao cliente

– Roteiros Personalizados: Se preferir, podemos planejar a sua viagem e elaborar um roteiro sob medida para você. Saiba mais clicando aqui e entre em contato através do email contato@omundoepequenoparamim.com.br