Está planejando uma viagem para Viena? Confira o roteiro completo de 2 dias com muitas dicas imperdíveis.

Viena é uma cidade fantástica, que consegue dialogar com o tradicional e o moderno de uma forma impressionante. É, sem dúvidas, uma das mais belas e elegantes capitais da Europa e merece a sua visita.

+ Clique aqui para conferir a lista dos melhores hotéis em Viena e também a lista dos melhores apartamentos Airbnb.

Embora a cidade seja compacta, há muito o que ver e fazer por lá, de modo que 2 dias se tornam um período super apertado para aproveitar Viena.

Mas, não se preocupe, pois preparamos uma sugestão de roteiro bem completa e coerente com o prazo apertado e ao segui-lo você poderá se encantar por Viena e conhecer as suas melhores atrações.

 

ROTEIRO DO 1º DIA EM VIENA

 

Comece o dia visitando Hofburg, O Hofburg, ou Palácio Imperial de Hofburg.

 

HOFBURG

A atração é um grandioso palácio em Viena, Áustria e tem as suas origens num castelo-fortaleza medieval, datado do século XIII, tendo sendo continuamente ampliado até o início do século XX, tornando-o em um verdadeiro complexo.

O Hofburg fica voltado para a Heldenplatz construída durante o reinado do imperador Francisco José e foi a residência oficial e centro do poder dos Habsburgo, soberanos do Ducado da Áustria entre 1278 e 1918, que o usaram como sua principal residência de Inverno, enquanto o Schloss Schönbrunn era o seu palácio preferido para o Verão. Entre as personalidades históricas que nasceram no Hofburg destaca-se Maria Antonieta, em 1755.

O Hofburg foi a sede do poder dos reis e imperadores do Sacro Império Romano-Germânico na Áustria de 1438 a 1583 e de 1612 a 1806, tendo servido, a partir dessa data, de sede do Imperador da Áustria até 1918. Actualmente é a sede oficial do Presidente da Áustria.

Com mais de 2 600 salas e ocupando uma área de 20 hectares, a sua grandiosidade arquitectónica e os seus grandes jardins dominam a paisagem da região central de Viena. As partes mais antigas datam do século XIII, tendo sido criadas, provavelmente, pelo último Babenberg ou por Otacar II da Boémia. Anteriormente existia um castelo do landesherr austríaco na Praça Am Hof, próximo da abadia de Schottenstift.

O palácio abre das 8h30 às 17h e em Julho e Agosto abre até às 18h30 e o ingresso custa €16,40 – Grand Tour que  inclui também o passeio nos jardins. Para comprar o ingresso do Hofburg com antecedência clique aqui.

Passeie pela Michaelerplatz com seus belos edifícios e visite a Nationalbibliothek, a biblioteca nacional da Ásutria

 

NATIONALBIBLIOTHEK

Fundada na Idade Média pelos Habsburgos, foi chamado de Biblioteca do Tribunal de Justiça (Hofbibliothek) até 1920 e preserva uma coleção incrível, além da arquitetura belíssima.

Com mais de 7,4 milhões de registros, é uma das mais ricas biblioteca da Áustria e contém o depósito legal, a bibliografia nacional, o depósito de trabalhos acadêmicos, e também grandes coleções de incunábulos, mapas e atlas confeccionados em papiro e escritos em línguas artificiais, para alem de vários documentos inconográficos.

De lá siga para visitar o Volksgarten, “o parque do povo” e um dos mais belos da cidade.

 

VOLKSGARTEN

Criado entre 1820 e 1823, o Volksgarten é uma das áreas de lazer públicas mais antigas de Viena e foi projetado em estilo tradicional francês, com amplas passarelas e canteiros dispostos de maneira uniforme, o parque faz parte do bairro do Palácio Imperial de Hofburg.

Você não vai encontrar nenhum sinal disto hoje em dia, mas os jardins foram construídos onde antes estavam as fortificações da cidade. Entre 1596 e 1597, uma muralha foi construída no lado oriental do parque e em 1639, fortificações adicionais foram construídos no lado sul.

Em 1809, fortificações teses foram destruídos pelas tropas francesas de Napoleão e em 1821 a local se tornou um jardim privado para os arquiduques, mas e stes planos foram alterados através de uma proposta pela administração jardim tribunal para transformar a área em o primeiro parque público da cidade.

Não deixe de visitar o monumento mais impressionante do Volksgarten, o maravilhoso Templo de Teseu, no centro do parque. Não deixe de passar no Rosengarten, o jardim das rosas também.

 

RATHAUS – PREFEITURA

A Rathaus é um antigo prédio e palácio em Viena, que serve como sede da prefeitura e do conselho municipal da cidade.

Além disso também abriga o governo e a Assembleia , Landtag, do Estado de Viena, um estado com o sistema federal austríaco

Siga, então para o Parlamento, edifício onde o parlamento austríaco tem se reunido desde o período do Imperador Franz Joseph, no século XIX.

PARLAMENTO AUSTRÍACO

O Edifício do Parlamento Austríaco ou Parlamentsgebäude é um dos edifícios mais imponentes em Ringstraße.

Em estilo neogrego, o edifício foi projetado pelo arquiteto Barão Theophil Hansen e as colunas, estátuas e gabinetes no interior do edifício fazem dele um ótimo lugar para descobrir alguns dos melhores exemplos de design de interiores e arquitetura civis da Áustria.

Mesmo nos dias de sessão do Parlamento, você poderá entrar no centro de visitantes, onde estações interativas gratuitas explicam o sistema de governo da Áustria e vale a pena entrar, mesmo que não tenha a intenção de fazer o passeio completo.

As visitas guiadas de 55 minutos são oferecidas de segunda a sábado, o dia todo a cada uma hora desde 11 à 16 horas e a entrada custa 5 euros para dultos e 2,5 euros para estudantes. Para conferir os detalhes clique aqui.

Ao sair, passe para admirar o belo Burgtheater, em frente ao parlamento.

 

BURGTHEATER

O Burgtheater, originalmente conhecido como KK Theater, é o Teatro Nacional da Áustria em Viena e um dos mais importantes teatros de língua alemã no mundo.

 O Burgtheater, foi constrúído em 1741 e tornou-se conhecido como “o castelo” por parte da população de Viena pelo formato do edifício.

Depois, siga pela Maria Theresien Platz, onde está localizado o Museumsquartier, que abriga museus de artes, no local onde eram os antigos estábulos imperiais.

 

MUSEUMQUARTIER

O Museumsquartier, também conhecido pela abreviação MQ é uma área de 60.000 metros quadrados no Sétimo Distrito da cidade de Viena, Áustria.

Este complexo representa a oitava maior área cultural existente no mundo, contendo arquitetura barroca e edifícios diversos tais como o MUMOK, que se destacam pela sua arquitetura contemporânea desenhada pelos arquitetos Laurids e Manfred Ortner.

A região conta com dois importantes museus do país, o Museu Naturhistorisches, o Museu de História Nacional e Museu Kunsthistorisches,  Museu de Belas Artes de Viena.

O Museumsquartier inclui em seu interior o Tanzquartier, um renomado centro de dança internacional, o Architektur Zentrum Wien, estúdios de produção de nova mídia, estúdios de arte, centros artísticos desenhados especialmente às crianças e uma variedade de outros eventos e festivais como o conhecido festival de cinema Viennale, o Festival Internacional de Dança ImPulsTanz Vienna, entre outros. O Museumsquartier, além do mais, é lar do quartier21, que elenca inúmeros grupos de arte alternativa.

 

NASCHMARKT

O Naschmarkt é o mercado mais popular de Viena e está localizado no Wienzeile sobre o Rio Wien.

O Naschmarkt tem existido desde o século 16, quando garrafas de leite eram vendidos (com as garrafas de leite eram feitos as cinzas de madeira em uma mistura diferente)  e da “Asch” (alemão para “cinzas”) deu origem ao nome “mercado cinza”.

Hoje em dia, pode-se comprar frutas e legumes frescos de todo o mundo, ervas exóticas, queijo, assados: como o pão, rolos Kaiser, e torta, carnes e frutos do mar. Por lá, há muitos pequenos restaurantes vendendo sushi, kebab, frutos do mar e comida tradicional vienense como panquecas ou crepes e barracas que oferecem roupas e acessórios.

A atmosfera do Naschmarkt é famosa muito além das fronteiras de Viena, sendo que um grande número de turistas visitam o mercado visita a atração e você não pode ficar de fora.

Ao voltar para a região central de Viena, vale a pena passar no Hotel Sacher para provar os doces super famosos da confeitaria.

Siga, então para conhecer a mundialmente famosa ópera de Viena.

 

ÓPERA DE VIENA { Wiener Staatsoper}

A Ópera Estatal de Viena, em alemão Wiener Staatsoper, é uma casa de ópera – e uma companhia de ópera – com uma grande história desde o século XIX. Foi inaugurada em 1869 e representa a primeira grande construção a ser concluída na Ringstraße, no centro de Viena.

Após a destruição decorrente da Segunda Guerra Mundial, uma cuidadosa restauração na década de 1950 recuperou o esplendor original do local. Atualmente, a Ópera Estadual de Viena realiza apresentações quase todos os dias.

Atualmente, a ópera conta com 50 produções diferentes por ano, possui um dos maiores repertórios de ópera do mundo.

Antes de entrar, admire os pórticos com dois andares na fachada. Contemple as estátuas das musas montadas em cavalos e o brasão de Habsburgo acima desses pórticos.

Faça uma visita guiada com duração de 40 min em inglês e alemão, incluindo o Hall de entrada, Escadaria principal, Salão de chá, Sala de Mármore, Foyer Schwind, Sala de Gustav Mahler e o Auditório (com vista atrás das cortinas e mecanismos de funcionamento). A Visita guiada pela ópera custa  5 euros para adultos e 2 para estudantes e crianças.

Depois, siga para caminhar pela avenida mais movimentada de Viena, a Kärntner Straße

 

Kärntner Straße

Esta animada rua de Viena foi fundada na era dos romanos e tornou-se exclusiva para pedestres no século XIX.

Atualmente, é um verdadeiro shopping, com as mais variadas lojas, para todos os gostos e bolsos e vale a pena uma caminhada despretensiosa mesmo que não tenha intenção de fazer compras.

 

ROTEIRO 2º DIA EM VIENA

 

Comece o dia visitando a mais famosa atração turística de Viena, o Palácio Schönbrunn

 

PALÁCIO SCHÖNBRUNN

O palácio barroco de Schönbrunn é também conhecido também como o Palácio de Versalhes de Viena, é um dos principais monumentos históricos e culturais da Áustria.

Foi construído em 1713, foi principalmente a residência de verão da casa imperial e foi nele onde o imperador Francisco José, que governou de 1848 a 1916, nasceu, em 1830, e também onde passou seus últimos anos de sua vida.

Em 1918, o palácio, o parque e o zoológico passaram a ser propriedade da nova república e desde então fazem parte das atrações turísticas mais interessantes de Viena, por sua relevância histórica, sua belíssima localização e sua magnífica arquitetura.

O palácio, o parque e o zoológico são Patrimônio Cultural da Humanidade desde 1996. Dos 1141 quartos, 40 podem ser visitados. O belíssimo parque barroco do palácio tem uma extensão de 1,6 km2.

Esta é uma atração extremamente popular e para garantir uma visita tranquila, compre o seu ingresso com antecedência clicando aqui.
O Palácio funciona de abril a junho, setembro e outubro de 8h30 às 17h, de Julho e agosto de 8h30 às 18h e Novembro a Março de 8h30 às 16h30.

Além das instalações internas, não deixe de visitar também o  Labirinto Clássico e o Labirinto Novo,  A casa das Palmeiras,  O Jardim Zoológico A Coleção de Carroças

De lá, siga para visitar o Belvedere, um dos mais lindos edifícios barrocos do mundo.

 

PALÁCIO BELVEDERE

O Palácio Belvedere foi encomendado pelo príncipe Eugênio de Savoia, um comandante militar austríaco nascido na França e tem mais de 350 anos.

Sua construção começou no século 18 e a principal atração do complexo é Belvedere Superior, um museu de arte de renome mundial. Já Belvedere Inferior atrai multidões com aposentos imperiais luxuosos e exposições barrocas.

A melhor forma de visitar é iniciando o passeio por Belvedere Superior, visitando a antiga galeria de pinturas imperiais e contemplando as vistas excepcionais dos jardins e da cidade. Lá, você também encontrará trabalhos de diversos mestres impressionistas, como Monet, Renoir e Van Gogh, além do Salão de Arte Medieval Austríaca.

Depois, siga para Belvedere Inferior, que abriga o Museu Austríaco de Arte Barroca e mostra o luxo com que vivia o príncipe Eugênio. Não deixe de reparar na pintura no teto do salão de mármore que retrata Eugênio como o deus grego Apolo e também confira a sala dourada para presenciar ainda mais luxo.

O antigo laranjal perto de Belvedere Inferior agora é um museu de arte contemporânea rodeado por jardins no estilo francês, simetricamente divididos por caminhos, cascatas e cercas vivas. Ao caminhar pelas trilhas, observe as diversas estátuas e fontes e admire esta bela atração.

O palácio abre diariamente, exceto segundas-feiras, das 10h00 às 17h00 e o ingresso custa 12 euros para adultos.

Não se esquece que o Palácio Belvedere é uma atração bastante popular e para evitar filas ou problemas, compre seu ingresso com antecedência clicando aqui.

Ao sair, siga para a Stephansplatz, no centro de Viena para apreciar o movimento e mais belas atrações.

 

CATEDRAL ST. STEPHEN

 

A Catedral de Santo Estêvão em alemão Sankt Stephan/Stephansdom é uma das mais antigas catedrais do estilo gótico europeu e trata-se de uma obra mundialmente conhecida e um exemplo da arquitetura do século XII

Foi renovada no estilo gótico entre 1304 e 1433 e sua torre norte, elevada à altura de 70 metros, foi renovada de acordo com a estética renascentista em 1579 e seu interior adquiriu uma tendência barroca. Não deixe de reparar no curioso telhado da catedral.

O famoso sino da Catedral de Santo Estêvão, o “Pummerin”, pesa não menos que 21 toneladas, sofreu consideráveis danos causados pelos ataques da Segunda Guerra Mundial e desde então ele vem sendo consertado e é usado atualmente para determinar ocasiões especiais, assim como para anunciar o novo ano.

Depois, siga para a Schwarzenbergplatz, uma linda praça nos arredores que conta com a Hochstrahlbrunnen, uma grande fonte com jatos de água que atrai turistas e locais, representando uma atração turística da cidade.

 

Gostou das dicas? Reserve seu hotel, compre o seu seguro viagem com 15% de desconto ou compre os seus passeios através dos links afiliados e ajude o blog com uma pequena comissão. Obrigada 🙂


roteiros personalizados