Quer saber o que fazer em Ouro Preto? Veja aqui quais são as melhores atrações turísticas e dicas testadas e aprovadas.

Ouro Preto é uma cidade encantadora e é sem dúvidas uma das mais belas que já visitamos no mundo.

Isso mesmo, apesar de já termos viajado muito pelo mundo afora, ainda nos surpreendemos e muito com as belezas naturais, arquitetônicas e culturais do nosso Brasil e com Ouro Preto não poderia ser diferente!

A cidade histórica de Ouro Preto situa-se em Minas Gerais, Brasil, tendo sido o primeiro sítio brasileiro considerado Patrimônio Mundial da UNESCO, título que recebeu em 1980, tendo sido considerada patrimônio estadual em 1933 e monumento nacional em 1938.

Fez parte das mais importantes etapas percorridas pelo país, com a escravidão, a época do Brasil Colônia e a luta pela República. Por isso, há muito o que ver e fazer por lá para resgatar a memória de nosso país.

Para não deixar nada de lado, escrevemos este post com as mais importantes atrações de Ouro Preto e você pode visitar a cidade e seus arredores em 2 a 5 dias a depender do seu ritmo e interesse.

 

Centro Histórico de Ouro Preto

 

No Centro Histórico de Ouro Preto situam-se as mais celebradas atrações da cidade e você deve se preparar para belas surpresas e também para super ladeiras 🙂

Conhecer Ouro Preto requer esforço físico e testa os nossos limites de turistas, portanto, vá preparado física e emocionalmente, mas a verdade é que compensa e muito!

Vamos às dicas de atrações turísticas em Ouro Preto e arredores e você pode fazer o seu roteiro da forma que mais te agradar, pois o bom mesmo é andar sem compromissos por Ouro Preto e descobrir as suas belezas e charme.

 

Igreja de São Francisco de Assis

 

img_1482

A Igreja de São Francisco de Assis é uma igreja católica da cidade de Ouro Preto, Brasil, construída em estilo Barroco, com elementos decorativos Rococó.

É um dos monumentos mais significativos da arte colonial, uma das mais conhecidas igrejas brasileiras daquele período e uma das mais celebradas criações do mestre Aleijadinho, que elaborou o projeto básico da fachada e da decoração em relevos e talha dourada, realizando pessoalmente diversos de seus elementos, ainda que outros artistas também tenham colaborado.

Lá também se encontram trabalhos do Mestre Ataíde, o maior nome da pintura colonial brasileira, que decorou o teto da nave criando aquela que se tornou sua composição mais famosa, além de pintar outros painéis e dourar o altar-mor.

img_1668

Pela sua relevância extraordinária, a Igreja foi tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), foi classificada em 2009 como uma das Sete Maravilhas de Origem Portuguesa no Mundo, e integrando a Cidade Histórica de Ouro Preto é parte do Patrimônio da Humanidade.

Por sinal o museu de Aleijadinho está sendo exibido na Igreja, tendo em vista que a Igreja Matriz da Conceição encontra-se fechada para reforma.

A entrada da Igreja de São Francisco de Assis de Ouro Preto custa R$ 15, com direito a meia entrada para estudantes.

 

Feira de Pedra Sabão

 

Em frente à Igreja está a feira do Sabão, onde é possível encontrar arte e utensílios domésticos esculpidos em pedra sabão.

Vale a pena passar lá para conferir e quem sabe levar alguns souvernirs da cidade?

 

Praça Tiradentes

 

img_1699

Foi o local onde a cabeça do mártir da independência, Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes foi exposta em Vila Rica, atual Ouro Preto. No local onde estivera o poste, se encontra hoje um monumento ao Mártir e verifica-se que curiosamente, a estátua em bronze de Tiradentes está de costas para a então residência oficial do governador.

O local onde hoje se encontra a Praça Tiradentes, em Ouro Preto, era conhecido no século XVIII como Morro de Santa Quitéria e durante quase todo o século XIX, chamou-se Praça da Independência. Em 1894, com a inauguração do Monumento em homenagem a Tiradentes , passou a se chamar Praça Tiradentes.

Por volta de 1750, começava a se formar o conjunto arquitetônico da praça. Em 1748, aproximadamente, já começava a funcionar no local o novo Palácio dos Governadores. Hoje, a Praça Tiradentes é marcada por dois imponentes prédios: o Museu da Inconfidência (antiga Casa da Câmara e Cadeia – 1784) e o Museu de Ciência e Técnica (antigo Palácio dos Governadores).

Além dela ser o ponto de partida dos visitantes da cidade, os principais eventos e atrativos turísticos de Ouro Preto se encontram nessa área.

 

Museu da Inconfidência

 

img_1696Museu da Inconfidência é um museu histórico e artístico que ocupa a antiga Casa de Câmara e Cadeia de Vila Rica e mais quatro prédios auxiliares na cidade de Ouro Preto, no estado de Minas Gerais.

O museu é dedicado à preservação da memória da Inconfidência Mineira e também oferece um rico painel da sociedade e cultura mineiras no período do ciclo do ouro e dos diamantes no século XVIII, incluindo obras de Manuel da Costa Ataíde e Aleijadinho.

Localiza-se na praça Tiradentes, em frente ao monumento a Joaquim José da Silva Xavier, o mais famoso ativista da Inconfidência e custa R$ 10 a entrada, com direito a meia para estudantes.

 

Museu de Ciência e Técnica

 

Criado no fim do séc. XIX, reúne o expressivo acervo da Escola de Minas, uma das mais antigas escolas de engenharia do Brasil.

O Museu registra parte importante do desenvolvimento científico nacional apresentando as mais completas coleções em seus setores de Mineralogia, História Natural, Mineração, Metalurgia, Química, Física, Astronomia, Topografia, Desenho e Biblioteca de Obras Raras.

Está localizado no lado oposto do Museu da Inconfidência, na Praça Tiradentes.

 

Igreja do Carmo

 

img_1628A Igreja de Nossa Senhora do Carmo é um templo católico da cidade brasileira de Ouro Preto, importante exemplar da tradição rococó no Brasil. É monumento tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

Destaca-se na fachada o grande frontispício entalhado em pedra-sabão, mostrando o brasão da Ordem do Carmo ladeado por dois querubins e encimado pela cabeça de um terceiro, que sustenta a coroa da Virgem. O frontispício é tradicionalmente atribuído ao Aleijadinho, mas segundo pensa Germain Bazin, deve ter havido a participação de outros artesãos, especialmente nas partes das ombreiras, dos ornamentos do óculo e das cabeças de querubins.

A igreja é uma das mais belas da cidade e certamente merece a sua visita!

 

Museu do Oratório

 

img_1635

O Museu do Oratório é um museu brasileiro instalado em um casarão histórico de três andares situado na cidade de Ouro Preto, Minas Gerais, anexo à Igreja de Nossa Senhora do Carmo.

Possui uma coleção de 162 oratórios e 300 imagens que fizeram parte do acervo da família Gutierrez que criou o Instituto Cultural Flavio Gutierrez. A presidente do instituto, Ângela Gutierrez, também é organizadora do Museu de Artes e Ofícios, de Belo Horizonte, embora o museu tenha sido projetado pelo museólogo francês Pierre Catel.

As peças foram doadas por Ângela ao IPHAN e caracterizam-se pela diversidade de tipos, tamanhos e materiais. Detalhes valiosos da arquitetura, pintura, vestuário e costumes da época em que foram produzidos – dos séculos XVII ao XX – permitem “uma verdadeira viagem antropológica pela história do Brasil” .

 

Teatro Municipal

 

img_1683A casa da ópera de Vila Rica, hoje Teatro Municipal de Ouro Preto, é o mais antigo teatro em funcionamento das Américas. Foi construído em 1769 po João de Souza Lisboa e inaugurado em 6 de junho de 1770, o aniversário do Rei Don José I.

No Período barroco, a teatralidade era elemento de forte presença no cotidiano. Toda festa mineira era sempre um grande espetáculo e o teatro o meio mais adequado para expressar a pompa, opulência e glória dessa poderosa sociedade setecentista.

A entrada custa R$ 5 e estudantes têm direito a meia entrada.

 

Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição

 

img_1660A Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição de Antônio Dias é uma igreja situada na cidade de Ouro Preto, no Brasil, localizada entre duas praças: a Praça Barão de Queluz e a Praça Antonio Dias. É um expressivo exemplar de arte e arquitetura sacra do período Barroco.

A Matriz em si permite um interessante estudo da história da arte brasileira, pois apresenta, no painel do altar-mor e nos retábulos e altares, características das três fases barrocas do Brasil-Colônia. Testemunha do passar dos tempos, a Matriz de Nossa Senhora da Conceição é valioso patrimônio histórico e artístico.

Atualmente a Igreja está fechada para reformas e o Museu de Aleijadinho foi transferido para a São Francisco de Assis.

Matriz de Nossa Senhora do Pilar

img_1848A Basílica Menor de Nossa Senhora do Pilar de Ouro Preto, Minas Gerais, popularmente chamada Igreja Matriz de Nossa Senhora do Pilar, é uma das edificações católicas mais conhecidas entre as que foram erguidas durante o Ciclo do Ouro.

É monumento tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). Está localizada na Praça Monsenhor Castilho Barbosa. Por sinal, vale muito a pena caminhar pelos seus arredores, com casas coloniais muito bem cuidadas e puro charme mineiro!

 

Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos

 

img_1888A Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos, também conhecida simplesmente como Igreja de Nossa Senhora do Rosário, é uma igreja católica localizada em Ouro Preto, Brasil. É um dos mais originais edifícios sacros do tempo do Brasil Colônia, monumento tombado pelo IPHAN.

 

Casa dos Contos

 

img_1758A Casa dos Contos é um museu brasileiro localizado em Ouro Preto, Minas Gerais.Esse monumento é uma construção feita em estilo barroco mineiro. O maior objetivo desta casa é preservar a historia do Ciclo do Ouro e também promover a cultura nacional.

A Casa dos Contos, um dos mais prestigiados monumentos do barroco mineiro atualmente, está localizada em Ouro Preto, MG. Construída entre 1782 e 1784, serviu inicialmente como residência a João Rodrigues de Macedo, proprietário da casa, e Casa dos Contratos, do arrematante da Arrecadação Tributária das Entradas e Dízimas.

Nessa mesma época, serviu como esconderijo para os membros da Inconfidência Mineira. Durante a repressão à Inconfidência Mineira, a casa serviu para acomodar as tropas do vice-rei, e de prisão para os inconfidentes com elevados títulos sociais.

Em 1792, Macedo, em grande dívida com a Real Fazenda, transferiu a casa para esta, que a transformou em sede da administração e contabilidade pública da Capitania de Minas Gerais e mudou seu nome para Casa dos Contos. Ouro. Após o Ministério da Fazenda assumir o local e transformá-lo em museu, diversos acervos históricos foram filmados, fotografados e escritos, com o objetivo de

 

Minas da Passagem

 

img_1514

É uma antiga mina de extração de ouro – segundo informações deles é a mais antiga -, que fica localizada entre Ouro Preto e Mariana.

Trata-se de um passeio imperdível para viajantes de todas as idades, pois é uma aventura fantástica ao centro da terra e de volta ao passado.

Para ler o post completo clique aqui – Todas as dicas sobre o passeio da Mina da Passagem.

 

 Gostou das dicas? Deixe um comentário, nós adoraríamos ouvir você!


roteiros personalizados


seguro