Não importa quantas vezes você esteve em Nova York, o fato é que a cidade pode parecer um pouco assustadora, tamanha a variedade de pontos turísticos, museus, restaurantes, atividades e muito mais.

Por isso, é natural que a quantidade de atrações ditas imperdíveis atrapalhe os seus planos de viagem e façam com que você gaste seu precioso tempo de férias nas coisas dispensáveis ou não aconselháveis.

Por isso, para ajudar você a evitar erros comuns, comer em lugares errados, e gastar seu dinheiro em coisas que não valem a pena, nós compilamos esta lista do que não fazer em Nova York.

+ Está em busca de um guia de viagem para Nova York completo com roteiros diários incríveis – com indicação do que fazer, como chegar nas atrações e dos melhores restaurantes para visitar? Baixe já o seu Ebook e garanta uma viagem perfeita!

 

# USE O TÁXI COM MODERAÇÃO

 

Talvez você não saiba, mas existe uma regra quase religiosa que diz que se você estiver atrasado em Nova York e tomar um táxi, você vai ficar preso no trânsito e se você não estiver com pressa, não há realmente nenhuma boa razão para tomar um.

Os táxis são caros e os motoristas nem sempre sabem como chegar ao seu destino e ainda por cima cobram gorjetas de cerca de 15%.

Por isso, ao invés de pegar um táxi, escolha o metrô, que é muito mais barato, fácil de se locomover e certamente vai te levar para o destino rápido do que qualquer táxi amarelo.

E, sempre que for possível, vá andando, pois a alma de Nova York está em suas ruas e caminhar por elas é a melhor forma de se encantar pela cidade.

Mas, fique atento, pois há exceções à esta regra,  especialmente tarde da noite, momento que pede um transporte mais seguro e confiável.

De qualquer forma, não se esqueça do  Uber, o serviço movido a app que usa a geolocalização para permitir que motoristas saibam onde você está e como chegar ao seu destino e tem tarifas 20% mais barato do que os táxis.

+ Não deixe de conferir o post completo sobre como se locomover em Nova York com todas as dicas.

 

# NÃO GASTE MUITO TEMPO NA TIMES SQUARE

 

Eu sei, você provavelmente sonha em viajar para Nova York para visitar a tão falada Times Square, grande símbolo turístico de Nova York.

Mas, saiba desde já que a Times é um grande cliché – especialmente entre brasileiros – e que há mais, muito, muito mais para ser explorado na Big Apple.

Veja bem, nós não estamos dizendo que você não deve conhecer a Times Square, mas simplesmente que evite investir muito tempo nesta área da cidade que a verdade não reflete a verdadeira face de Nova York.

Isso mesmo, os próprios nova-iorquinos evitam a Times como uma praga e geralmente só passam por lá se tiverem a infelicidade de trabalhar nos arredores ou para ver um show e Broadway.

Para ser mais direta e objetiva: Uma visita é o suficiente para uma vida e se você nunca foi, saiba que vale a pena visitar a Times, se espantar com os sinais enormes e lojas mega size, tirar algumas fotos, e sair de lá o mais rápido possível, para garantir tempo para visitar as outras atrações.

 

# FAÇA AS CONTAS ANTES DE VISITAR O TOPO DO EMPIRE STATE BUILDING

 

Sim, o observatório do Empire é simplesmente icônico e já foi retratado em diversos filmes famosos, razão pela qual você possivelmente sonha em subir para apreciar a vista clássica de Manhattan.

Mas, a verdade é que para subir as filas são horríveis e você terá de desembolsar até 50 dólares se quiser corta-las, comprando ingresso especial. Clique aqui para garantir o seu!

Claro que não estamos sugerindo que você deixe de apreciar a bela vista da Big Apple, mas para isso você pode visitar o também maravilhoso Top of the Rock , onde as vistas são tão bonitas ou até melhores que as do Empire e as filas não são tão assustadoras.

Mas, se ainda assim quiser visitar o Empire State, compre o New York City Pass ou New York Pass e agende a visita para o primeiro horário do dia!

+ Para saber mais detalhes sobre estes passes de atrações em Nova York clique aqui.

 

# NÃO GASTE SEUS DÓLARES NO CIRCLE LINE CRUISE

 

Os cruzeiros da Circle Line são incríveis e por isso custam cerca de 42 dólares para o passeio completo pela ilha de Manhattan em cerca de 2 horas e meia.

Mas, a verdade é que você pode fazer um passeio bem similar a bordo do Staten Island Ferry, que oferece uma viagem de 25 minutos com uma vista para o horizonte de Lower Manhattan, Ellis Island, e a majestosa estátua da liberdade.

Nos fins de semana, New York Water Taxi oferece gratuitamente passeios de 20 minutos entre Pier 11 em Wall Street e do bairro difícil de alcançar, o Red Hook.

Mas, é claro que se preferir o conforto do passeio guiado, escolha as opções de cruzeiro da Circle Line, que oferece excelentes roteiros – Para comprar o seu ticket clique aqui.

 

# EVITE O HIGH LINE NOS FINAIS DE SEMANA

 

O Highline é uma atração imperdível em Nova York e não importa quanto tempo você tem na Big Apple, simplesmente encontre uma forma de passar por lá.

Esta é uma atração particularmente popular entre os nova-iorquinos também e infelizmente isso significa que o parque suspenso está sempre lotado nos finais de semana, especialmente os ensolarados.

Tente, ao máximo, desfrutar desta maravilha urbana  em um dia de semana para aproveitar as maravilhas do Highline e seus arredores.

 

# NÃO SE LIMITE A MANHATTAN

 

Erdo – Airbnb

Você sabia que Nova York tem cinco distritos, e não um?

Além de Manhattan, há o Brooklyn, Queens , Staten Island e Bronx, que certamente merecem a sua visita se tiver tempo no seu roteiro.

+ Para conferir o guia de bairros de Nova York clique aqui e confira todas as dicas imperdíveis.

Saiba desde já que cada bairro tem seu próprio conjunto de bairros, pontos turísticos, parques, instituições culturais, comunidades étnicas, e mais que vale a pena explorar cada um deles com calma e atenção.

 

# NÃO FAÇA O PASSEIO DE CARRUAGEM

 

Nós, do blog “O mundo é pequeno para mim” somos contra qualquer atração turística que envolva exploração animal.

Não poderia ser diferente em Nova York e pedimos encarecidamente que reconsidere a sua decisão de fazer um passeio de carruagem na Big Apple, se é que algum dia cogitou fazer isso.

O governo da cidade está no meio de uma batalha política prolongada para aprovar proibição carruagens de cavalos de ruas da cidade, por isso não há como dizer quanto tempo eles vão mesmo estar ao redor.Esperamos que seja breve!

A ideia de um cavalo puxando uma carruagem através de Central Park pode ser uma agradável, mas é melhor deixá-lo como uma idéia, pois a realidade é muito cruel com esses animais que por vezes desmaiam no meio do trajeto. Horrível, não é mesmo?

 

# ÔNIBUS TURÍSTICO – NÃO SE LIMITE!

 

Em toda Midtown você verá guias vendendo bilhetes para passeios nos enormes ônibus vermelhos que dão a volta pela Big Apple diariamente.

É verdade que estes passeios podem mostrar-lhe muitos pontos turísticos, mas você só vai vê-los de uma distância e por um momento fugaz. Além disso, você não terá a oportunidade de aprender muito sobre eles, o que certamente será uma pena.

Se não tiver tempo, escolha um bairro que lhe interessa e foque nas atrações da região para conhecer a fundo pelo menos parte da Big Apple. Um alternativa é Alternativamente, alugar ums Citi bicicleta para fazer o percurso de forma mais rápida.

De qualquer forma, melhor conhecer apenas uma parte da Big Apple do que ter uma visão superficial da cidade, pois já disse e repetiremos muitas vezes: a alma de Nova York está nas ruas e somente desbravando-as você se encantará por ela.

 

# VISITAR OU NÃO A LADY LIBERTY?

 

Verdade seja dita, não há nenhuma razão para ver a Estátua da Liberdade de perto, a não ser que você sonhe com este momento glorioso.

É possível apreciar a Estátua da Liberdade de longe através do Battery Park ou obter um olhar mais próximo através da viagem do Staten Island Ferry.

Mas, nós entendemos que se você tem sonhos de subir nos degraus até a coroa de Lady Liberdade não deve se privar deste momento imperdível. Por isso, reserve com antecedência o seu ingresso, pois apenas 300 pessoas podem fazer este percurso diariamente!

.

 

# CUIDADO AO ANDAR NAS CALÇADAS DE NOVA YORK

 

Saiba que as calçadas de Nova York são como rodovias: Você nunca deve parar abruptamente no seu percurso e é sempre uma boa ideia para verificar seus pontos cegos antes de mudar de faixa.

Isso mesmo, o trânsito de pedestres é agressivo, portanto, não pare de andar para verificar suas mensagens de texto, olhar para um mapa, ou admirar um edifício.

Se o fizer, as pessoas vão esbarrar em você e dar aquele olhar de “turista imbecil”, portanto, se você precisa parar de andar por alguma razão, passe para o lado longe do fluxo de tráfego de pedestres.

 

# NÃO COMA NOS RESTAURANTES “TURÍSTICOS”

 

Pare e reflita: Você realmente vai para Nova Yorkcomer no Olive Garden, Applebee ou Bubba Gump Shrimp Co.?

Esperemos que não, porque Nova York é o lar de restaurantes incríveis e um diversificado cardápio étnicos para todos os bolsos e gostos.

De comida chinesa de Chinatown, massas tradicionais em Litlle Italy a comida típica americana, esbalde-se nas opções gastronômicas de Nova York e aguçe o seu paladar!

+ Baixe já o seu Guia de Nova York em formato Ebook e garanta uma viagem perfeita!

 

# NÃO SE LIMITE AOS SHOWS DA BROADWAY

 

A Broadway é incrível e oferece atrações que são simplesmente imperdíveis. Por sinal, confira aqui o nosso post completo sobre os melhores musicais da Broadway.

Mas, a verdade é que há um mundo vibrante de peças e musicais na denominada Off Broadway e até mesmo na Off-Off Broadway, categorias que não possuem a pompa, mas sim a competência e criatividade da original.

Muitos destes teatros off e off-off Broadway estão localizados perto de Times Square, mas você também pode encontrá-los espalhados por toda Manhattan e partes do Brooklyn.

Se estiver interessado nestes eventos, sugerimos o: Signature Theatre , Playwrights Horizons , o Public Theater , e New York Theatre Workshop .

 

# NÃO IGNORE OS MUSEUS MENORES

 

Ok, nós sabemos que você certamente está louco para visitar o Museu de Arte Moderna e o Museu Metropolitano de Arte, afinal de contas eles são considerados os melhores de Nova York.

Esses museus certamente não podem ficar de fora de seu roteiro, mas se puder, não menospreze os outros menores e menos conhecidos, pois eles reservam surpresas incríveis aos seus visitantes.

O Museu do Brookly, por exemplo, tem mais de 1 milhão de peças em sua coleção permanente e seria o melhor museu na cidade se não fosse ofuscado pelos de Manhattan.

A Biblioteca e Museu Morgan contém algumas surpreendentes tesouros medievais e renascentistas, e a própria biblioteca é impressionante. Em outros lugares, o Museu da Imagem em Movimento é um sonho de cinéfilo, e o elegante Neue Galerie mostra de arte alemã e austríaca do início do século 20. Explore sem medo de errar!

 

# EVITE AS COMPRAS EM MIDTOWN E SoHo

 

Apesar de serem considerados os reinos da compra, Midtown e Soho oferecem as lojas clássicas, que em sua maioria podem ser encontradas em qualquer outra cidade do mundo.

Só gaste seu tempo nas compras se de fato for um dos objetivos maiores de sua viagem, mas saiba desde já que os preços de Nova York não costumam ser atraentes quanto outros locais dos Estados Unidos.

Além disso, ambas as áreas também pode ser terrivelmente cheias nos fins de semana, tornando a experiência de compra super desagradável. Portanto, se for comprar, escolha os dias de semana.

Se estiver em busca de marcas alternativas, vá às compras eNoLIta, West Village , Lower East Side e Williamsburg .

 

Gostou? Acesse todas as dicas para organizar uma viagem perfeita para Nova York clicando aqui.

roteiros personalizados


seguro

advert-image