Jungfraujoch e Top of Europe

Neste post você vai encontrar todas as dicas sobre o Jungfraujoch e Top of Europe, o famoso e inesquecível passeio na Suíça.

Visitar o Jungfraujoch Top of Europe esteve entre as prioridades da minha bucketlist por anos anos e vocês não podem imaginar a minha felicidade por ter finalmente realizado este sonho na última viagem à Suíça.

Agora posso afirmar, sem sombra de dúvidas, que este é mais um dos passeios imperdíveis do país e merece completamente o seu título como Patrimônio Natural da UNESCO e toda a sua fama entre os turistas!

Esta é uma viagem que surpreende do início ao fim, com paisagens que mais parecem ter saído de uma pintura e uma estrutura impecável, capaz de agradar a todos os seus visitantes.

Além disso, é uma das montanhas da Suíça com neve garantida durante todo o ano, o que a torna extremamente atraente para Brasileiros que querem aproveitar as paisagens branquinha típicas do país, independente da estação da viagem.

Se interessou pela atração? Confira todas as dicas a seguir e não deixe de conferir as nossas sugestões de roteiros de viagem na Suíça clicando aqui.

 

SOBRE O JUNGFRAUJOCH E TOP OF EUROPE

 

Jungfraujoch e Top of Europe

Se você já está encantado pelo Jungfrau, imagina agora, que vai descobrir que vai chegar lá na estação de trem mais alta da Europa, situada a 3454 metros acima do nível do mar!

Sim, por isso que ela também é chamada de “Top of Europe”, em português Topo da Europa, pois está verdadeiramente encravada no topo dos Alpes e conta um cenário majestoso que combina neve, gelo e rochas.

Jungfrau, que traduzindo do alemão significa “Moça Jovem” é a maior das três montanhas do maciço montanhoso dos Alpes Berneses, composto também pelo Eiger e Monch.

A construção do túnel começou em 1893 e só após 16 anos, muitas explosões de dinamite e muitos acidentes, foi possível alcançar o topo sendo que em 1912 os primeiros turistas chegaram no topo.

 

O mapa acima retrata a localização privilegiada do Jungfrau, situado no coração da Suíça, mais especificamente na região de Interlaken.

Apesar de ser um local inóspito, chegar até lá é super fácil e confortável, graças ao trem especial que percorre um dos caminhos mais lindos do mundo.

E por falar em caminho, vale a pena confessar desde logo que esse é um daqueles passeios que surpreendem não somente pelo destino final, mas principalmente pelo percurso da viagem que presenteia os viajantes com vistas espetaculares das geleiras e dos Alpes.

É difícil descrever em palavras a imensidão, beleza e magnitude deste passeio, mas talvez as fotos ajudem um pouco 🙂

Assim, você nem vai sentir que a viagem de subida dura praticamente trêss horas na subida e sobre os detalhes práticos de transporte falaremos no tópico seguinte.

 

COMO ORGANIZAR O PASSEIO – VALE A PENA FAZER BATE E VOLTA?

 

A melhor opção é programar um dia todo para fazer o passeio ao Top of Europe, sendo que o roteiro pode ser condensado em cerca de 7 horas, mas o indicado mesmo é que separe mais tempo para aproveitar de forma tranquila.

Isto porque, saindo de Interlaken Ost, o passeio até o Jungfrau dura cerca de 2:30 horas na ida e aproximadamente 2 horas na volta e considerando que aproveitarão do complexo por pelo menos 2:30, a estimativa de 7 horas já fica apertada. Concorda?

Ainda há que se considerar que essa análise não leva em consideração as paradas no caminho, que são totalmente indicadas e detalhadas melhor no tópico a seguir.

Com as paradas, a estimativa de duração do passeio será de cerca de 8 ou 9 horas no total (ou mais, caso decida visitar o Männlichen), mas não se assute, pois garantimos que é uma aventura que vale muito a pena e você aproveitará tanto que nem vai sentir o tempo passar.

Sendo assim, fica claro que embora bate e voltas de cidades maiores como Zurique, Berna ou Lucerna sejam totalmente possíveis, não são a opções mais indicadas para visitar o Top of Europe, sob pena de perder a magia do passeio com muita correria.

No entanto, se preferir fazer um bate e volta mesmo assim, certifique-se de planejar o itinerário certinho e de iniciar o dia bem cedo, para aproveitar o melhor dessa aventura épica seguindo o roteiro completo de forma independente utilizando os trens.

Ou, se preferir fazer o passeio de forma mais cômoda, pode se juntar às excursões que saem de Lucerna ou de Zurique e que cuidam de todo o passeio para você com toda organização e segurança e contam com a companhia de um guia.

+ Reserve aqui o seu passeio ao Jungfraujoch Top of Europe saindo de Zurique

+ Reserve aqui o seu passeio ao Jungfraujoch Top of Europe saindo de Lucerna

Além das informações preciosas do guia que acompanha a turma, a excursão percorre caminhos lindos e cênicos, com direito à paisagens de tirar o fôlego que incluem os lagos Brienz e o Thun.

 

PASSO A PASSO DO MELHOR ROTEIRO PARA O PASSEIO

 

É importante saber que você pode chegar no Top of Europe através de conexões diferentes, mas que possuem horários sincronizados entre si, possibilitando que a viagem seja feita em circuito, ou seja, chegando por um caminho e saindo por outro.

Inclusive, os horários de chegada dos trens de Berna, Zurique e Lucerna em Interlaken Ost também estão sincronizados com as saídas do trem para o Jungfrau, facilitando a viagem desde outras cidades.

No entanto, independente do seu local de partida, saiba desde já que vai passar pelo Kleine Scheidegg na subida e na descida, já que este é o ponto comum entre as rotas e pode servir como seu parâmetro no mapa.

 

Sugestão para a ida

 

Importante ressaltar que a estação de Interlaken Ost é a mais comum para começar o passeio, especialmente se estiver vindo de outra cidade da Suíça.

Mas, você também pode sair de Lauterbrunnen ou outra cidade da região com destino ao primeiro destino do passeio, Grindewald, um vilarejo lindíssimo e que vale a pena uma parada estratégica.

Para conferir o post completo sobre Grindewald e First clique aqui e programe a sua visita.

Sugiro que desembarque em Grindewald e passeie um pouco ao redor da vila, que é super charmosa e oferece cenários maravilhosos encravados nas montanhas.

Primeiras horas da manhã em Grindewald

As conexões entre Grindewald e Kleine Scheidegg têm frequência de 30 minutos e neste percurso, tente sentar na janela, pois este caminho é simplesmente maravilhoso e conta com panoramas fenomenais!

Se sentar no lado esquerdo poderá aproveitar a vista da face norte do Eiger North e se sentar na direita poderá se maravilhar com uma visão mais ampla das montanhas.

O percurso dura 45 minutos e Kleine Scheidegg é um local maravilhoso por si só, ponto de confluência de diversas pistas de esqui e onde podem ser encontrados restaurantes e até mesmo um hotel.

A paisagem é maravilhosa e você pode aproveitar para passear um pouco por lá o trem subsequente.

A frequência dos trens entre Kleine Scheidegg e o Top of Europe é de 30 minutos e a viagem tem 35 minutos de duração, com direito à paradas em Eigerwand e Eismeer, para apreciar o panorama de janelas que foram colocadas lá para o deleite dos visitantes.

Vista surreal das janelas panorâmicas no caminho para o Top of Europe

É um percurso simplesmente maravilhoso e que vai te impressionar com a beleza dos Alpes!

Ele também está super bem sinalizado e você não terá dificuldades em encontrar os pontos de conexão.

 

Sugestão para a volta

 

Para a volta, sugerimos um percurso maravilhoso e diferente do que fez na ida.

Como dissemos, o Kleine Scheidegg é o ponto de encontro das rotas e saindo do Top of Europe você deve pegar o trem até lá.

Esse percurso é um pouco mais rápido, pois não oferece as paradas para apreciar as vistas e quando chegar em Kleine Scheidegg você deve pegar o trem para Wegen.

Esta viagem dura cerca de 30 minutos e ao chegar em Wegen, sugiro que desembarque e aproveita a oportunidade para conhecer este vilarejo maravilhoso.

Uma sugestão incrível é fazer o passeio para o Männlichen, uma montanha maravilhosa que pode ser acessada através do funicular que sai do centro de Wengen e custa 23 Francos para os que têm o Swiss Pass.

Confira aqui o post completo sobre Wengen e Männlichen e apaixone-se por este cantinho especial na Suíça.

Lá vivi um dos momentos mais incríveis da minha vida, vendo o pôr do sol de um lado e o nascer da lua de cheia do outro das montanhas. Simplesmente inesquecível!

Se você não tiver interesse ou se o tempo estiver apertado, apenas passeie por Wengen e siga para Lauterbrunnen.

A frequência de trens entre Wengen e Lauterbrunnen é a cada 30 minutos e a viagem dura pouco mais de 15 minutos.

Ao chegar em Lauterbrunnen, você pode aproveitar um passeio por este destino incrível, que conta com nada mais nada menos que 72 cachoeiras e um centrinho super charmoso.

Pronto, esse é um roteiro super completo e aqui apresentado para você da maneira mais simples 🙂

 

O QUE TEM PARA FAZER NO TOP OF EUROPE

 

Foi-se o tempo que subir ao Jungfraujoch significava apenas ter a oportunidade de admirar paisagens maravilhosas.

Atualmente, o complexo Top of Europe expandiu as possibilidades de diversão e conta com atrações diversas, para todos os gostos e perfis de viajantes.

É claro que você vai querer aproveitar ao máximo e para isso vai precisar cerca de 2 a 2:30, levando-se em consideração que a altitude de quase 3.500 m vai exigir que tenha calma em suas caminhadas.

Bom, o circuito mais básico e imperdível consiste nos mirantes Sphinx e Plateau e o Palácio de Gelo, mas sugerimos que aproveite tudo que puder, conforme detalhado abaixo:

 

Plateau do Top of Europe

 

Esse talvez seja o lugar predileto dos visitantes, afinal de contas é lá que é possível entrar em contato com a neve e apreciar a belíssima paisagem.

O Plateau está situado em meio às montanhas e tem uma vista privilegiada para os eterno gelo da geleira

Grosser Aletsch Glacier, formada há milhares de anos!

Vale a pena dedicar um tempinho tirando fotos, apreciando o panorama e brincando com a neve, mas certifique-se de estar aquecido, pois a temperatura e o vento são extremos por lá.

Ah, não saia do espaço demarcado pelas cordas, para evitar qualquer risco à sua segurança. Ok?

 

Sphinx

 

Este mirante está situado a nada mais nada menos que 3571 m de altitude e oferece visões panorâmicas de tirar o fôlego e que se estendem além da Suíça e abrangem os Alpes Franceses e Alemães.

É uma das atrações imperdíveis no Top of Europe, e vale a pena dedicar um bom tempo à contemplação das paisagens no ponto de observação a ceu aberto.

Esse mirante oferece visões panorâmica além do território suíço. Dá pra ver a França e quem sabe a Alemanha. Há uma área fechada e um terraço aberto e ambos merecem a sua visita 🙂

É possível acessar o mirante através do elevador rápido que leva ao espaço, que também funciona como centro de pesquisa internacional.

 

Ice Palace, o Palácio de gelo

 

O Ice Palace é definitivamente uma das atrações mais populares do Top of Europe e é capaz de agradar a todos, independente da idade e do perfil.

Afinal de contas, estamos falando de uma estrutura impressionante, toda esculpida em gelo, com corredores, salões e muitas obras de arte todas feitas em gelo.

Esse espaço foi inicialmente aberto pelos guias de montanha na década de 1930 com ferramentas mais brutas, mas artistas transformam esse espaço anualmente em uma verdadeira atração sofisticada.

Mas, prepare-se pois o frio por lá é intenso, tendo em vista que a temperatura precisa estar sempre mais baixa que -3 Celsius para evitar que as esculturas derretam.

 

Snow Fun Park

 

A diversão está garantida neste parque de neve, que oferece atrações incríveis em todas as estações.

Essa é a melhor forma de aproveitar a neve da região do Jungfrau e por lá você pode fazer diversas atividades compatíveis para a família toda.

As melhores atividades são o Snowtubing, o esqui bunda, a tirolesa chamada Flying Fox e também ski e snowboard, sendo que tudo isso pode ser contratado lá, sem necessidade de reserva prévia.

 

Mönchsjoch Hut

 

Esse era um dos passeios que mais queria fazer, mas infelizmente estava fechado no dia da minha visita.

O Mönchsjochhütte é a cabana mais alta da Europa e pode ser acessada através de uma caminhada de aproximadamente 1 hora na neve, que revela as paisagens mais lindas que se pode imaginar.

A trilha passa pelas geleiras alpinas no meio do Patrimônio Mundial Mundial da UNESCO, os Alpes Suíços Jungfrau-Aletsch.

Fiquei tão apaixonada por este passeio, que considero seriamente voltar ao Top of Europe só para ver com os meus próprios olhos esta cabana e entender como funciona a vida a 3.650 metros acima do nível do mar e afastado de tudo, com todas as suas dificuldades e benefícios.

 

Jungfrau Panorama

 

O 360 Experience é uma exposição visual, que apresenta aos visitantes imagens belíssimas sobre a cadeia de montanhas .

São 4 minutos de vídeo que vão te surpreender, com uma experiência que os olhos são incapazes de alcançar, como por exemplo caminhar sobre fendas de gelo.

 

Alpine Sensation

 

Essa atração está localizada entre o Sphinx e o Ice Palace e é muito interessante, por contar um pouco da história dos mineiros e do processo de construção do Jungfraujoch e da ferrovia.

Ao visitar este complexo fenomenal você certamente ficará curioso para saber como tudo aquilo foi criado e esta exposição oferece uma perspectiva sobre esses desbravadores.

Há também um globo de neve lindo no final do percurso 🙂

 

Além disso, há também uma loja da Lindt, a mais alta do mundo e se deliciar com os chocolates que são considerados uns dos melhores do mundo e comprar um souvenir personalizado.

É na Berghaus onde estão localizadas as lojas, inclusive a Lindt, assim como os restaurantes, tais quais o restaurante Crystal, mais sofisticado e com menu a la carte, restaurante Bollywood, de valores intermediários e menu indiano e o mais popular restaurante, o Aletsch que oferece opções de self-service na média de CHF 15 a 25 por prato.

A minha opção foi o Aletsch e por lá encontrei opções típicas de montanha como por exemplo, massas, algumas carnes e salsichas que podem ser combinadas com batata frita.

Comida simples, mas capaz de quebrar um galho 🙂

 

QUANTO CUSTA E VALE A PENA FAZER O PASSEIO AO TOP OF EUROPE

 

O passeio ao Top of Europe não é barato, mas a verdade é que ele vale cada centavo do investimento.

O ticket de ida e volta para o Top of Europe avulso, sem descontos, custa CHF 210.80 na segunda classe e CHF 225.60 na primeira classe saindo de Interlaken Ost.

Você pode comprar o ingresso do passeio com antecedência no site do Jungfrau ou na estação de trem, nos guichês especiais disponibilizado para os turistas.

Você também pode comprar o ingresso através da agência parceira do blog com desconto por menos de 200 euros clicando aqui e efetuando o pagamento através da Viator, uma das mais bem conceituadas plataformas de tours no mundo.

Efetuar a compra com antecedência e reservar os assentos por uma tarifa extra vale a pena se estiver planejando viajar no verão, entre Julho e Agosto, meses que representam a época mais cheia.

Não indicaria, contudo, reservar com antecedência para épocas mais tranquilas, tendo em vista que o clima pode não estar tão bom no dia que planejou para visitar e caso não tenha comprado os ingressos você terá mais flexibilidade para fazer alterações de última hora.

Mas vale ressaltar que esse é mais um dos passeios que oferecem descontos para os portadores do Swiss Travel Pass, sobre o qual você pode consultar todas as dicas aqui.

O Swiss Pass oferece viagens totalmente inclusas até Wengen e Grindelwald e destes pontos, você conta com 25 % de desconto no trecho final até a Jungfraujoch.

Essa opção sai por menos de CHF 150 o trajeto ida e volta sem reserva dos assentos e pode ser adquirida no site ou nos guichês.

Tudo funciona maravilhosamente bem, da viagem de trem, à estrutura do complexo Top of Europe, tornando essa uma experiência inesquecível e que não pode ficar fora do seu roteiro na Suíça.

 

DICAS GERAIS PARA O PASSEIO

 

A altitude do complexo na montanha é de quase 3.500m acima do nível do mar e sendo assim, o ar é mais rarefeito no topo, fazendo com que o corpo sinta os efeitos da altitude.

Cada um reage de uma forma e eu pessoalmente não senti problema algum nessa visita, mas já senti muito os efeitos na visita ao Aiguille du Midi em Chamonix em uma viagem anterior.

Portanto, lembre-se que a pressa não combina com esse passeio e faça tudo com muita calma, sempre consciente da sua respiração de modo a evitar problemas como náuseas e tonturas.

Outra dica muito importante é  beber muita água durante o trajeto e se possível fazer paradas de aclimatação nas estações intermediárias, conforme indicado no roteiro acima.

+ Por falar em saúde, não se esqueça de comprar o seu seguro viagem e faça a sua cotação clicando aqui, com direito à desconto especial para os leitores.

É importante ter em mente que há neve o ano todo no Top of Europe, mesmo no verão, e por isso precisará se vestir de maneira adequada para aproveitar o melhor do passeio.

Sugerimos um casaco impermeável, a prova de água e de vento, e calçados impermeáveis e antiderrapantes para evitar problemas.

Não esqueça também dos acessórios, como cachecol e luvas de preferência impermeáveis também.

Apesar de estar no meio da neve, saiba que óculos de sol e protetor solar são extremamente necessários, pois a neve reflete muita luz e influencia na visão e promove queimaduras na pele.

Por sinal, consulte aqui o post completo com nossas dicas de como se vestir para uma viagem de inverno.

Outra dica imperdível é levar lanches e uma garrafa grande de água, pois embora o complexo conte com restaurantes, o percurso todo é longo e você pode evitar ficar com fome ou fazer gastos desnecessários.

Vale a pena informar que há lockers disponíveis na saída da estação para guardar mochilas ou pertences que não precise levar para o passeio.

Por fim, vale a pena lembrar de levar sua câmera para registrar os momentos incríveis no passeio e certifique-se de carregar a bateria, pois o frio acaba influenciando na vida útil dos equipamentos.

 

Gostou das dicas? Planeje a sua viagem através dos links indicados e ajude o blog com uma pequena comissão. Obrigada 🙂

 

– Reserve já seu hotel com cancelamento grátis através do Booking.com ou se preferir, reserve seu hotel através da Hotéis.com e pague em em até 12x no cartão sem o IOF

– O seguro viagem é item importante para a sua viagem, sendo obrigatório para os países da Europa. Faça já a sua pesquisa com a Real Seguros, compare as cotações dos melhores seguros e pague em até 6x sem juros. Não deixe de conferir também a cotação da Mondial Seguros e ganhe 15% de desconto comprando através do blog

– Já conhece o Airbnb? Cadastre-se aqui e ganhe R$ 100 de bônus no Airbnb para usar na primeira reserva – é grátis!

– Compre os ingressos com antecedência e evite filas. Confira todas as opções de ingressos, passeios e shows da Viator e também os descontos imperdíveis da Ticketbar

– Vai viajar de carro? Reserve já o carro para sua viagem com cancelamento gratuito através da Rental Cars, a melhor plataforma para comparação de preços entre as empresas de aluguel, com o melhor serviço de atendimento ao cliente

– Chip internacional para ligações e internet no exterior. Clique aqui para comprar o chip do Mysimtravel e viajar tranquilo.

– Roteiros Personalizados: Se preferir, podemos planejar a sua viagem e elaborar um roteiro sob medida para você. Saiba mais clicando aqui e entre em contato através do email contato@omundoepequenoparamim.com.br