Jaipur na Índia - Dicas de viagem da cidade rosa

Encontre neste post todas as dicas de viagem sobre Jaipur na Índia e se encante por essa cidade autêntica que tem muito a oferecer aos seus visitantes

Jaipur, a capital do estado do Rajastão na Índia, é uma cidade encantadora que sem dúvidas merece entrar para o seu roteiro de viagem na Índia.

É comumente visitada no tradicionalíssimo roteiro do Triângulo Dourado que engloba Delhi, Agra e Jaipur e sobre o qual já publicamos todas as dicas neste post aqui.

Mas, também pode ser visitada em uma viagem mais completa pelo estado do Rajastão, combinada com as cidades Udaipur, Jaisalmer, a reserva de tigres Sariska, Pushkar e quem sabe uma extensão para Varanassi e outras regiões do país.

Independente de como pretende realizar o roteiro de viagem pela Índia, uma coisa é certa: Jaipur não pode ficar de fora e o motivo você descobrir neste post, assim como todas as dicas práticas para aproveitar o máximo deste destino incrível.

 

INTRODUÇÃO À JAIPUR

 

Jaipur na Índia - Dicas de viagem da cidade rosa

Jaipur, também conhecida como a cidade rosa da Índia, costuma ser a última parada do roteiro tradicional do triângulo dourado que também engloba Delhi e Agra e apresenta aos turistas uma boa síntese do país em poucos dias de viagem.

Esta cidade encantadora apresenta muitas atrações super interessantes e também tem muita história para compartilhar. Isto porque, desde sua criação, Jaipur vem sendo um dos pontos focais do país por ser a capital do estado do Rajastão e ter abrigado famílias reais e imperadores desde a sua criação.

Jaipur, na verdade, foi a primeira cidade planejada da Índia e tornou-se a uma cidade essencialmente rosa em 1876 por ideia do marajá da época que preparava-se para receber e impressionar membros da realeza britânica.

O rosa, que na verdade é mais um um tom terracota, foi escolhido por simbolizar hospitalidade e desde então tem sido mantida como a cor oficial do centro histórico de Jaipur por influência da esposa do marajá que o convenceu a publicar uma lei que proibia que os prédios fossem pintados de outra cor.

E a moral da história é que essa lei perdura até hoje, garantindo que a cidade permaneça rosa e bem cuidada.

Diante desta informação, é comum que se imagine que Jaipur é uma cidade tranquila e bem decorada, tipo uma cidade de contos de fadas. Mas, não se engane, pois Jaipur é uma metrópole que abriga 3 milhões de habitantes e é super movimentada. Quase tão movimentada quanto Delhi!

Para calibrar corretamente as suas expectativas, vale dizer que Jaipur é grande, super movimentada, barulhenta e caótica. Mas, também é uma cidade muito bonita e cheia de surpresas arquitetônicas, culturais e gastronômicas, além de ter uma história fascinante e que merece sim entrar no seu roteiro pelo país.

Não a toa, Jaipur foi considerada patrimônio da humanidade pela Unesco e recebe muitos visitantes em busca de autenticidade local, contato com religião e belezas do país.

 

QUANDO VISITAR JAIPUR

 

A resposta mais genérica para esta pergunta é: a melhor época para visitar Jaipur é entre Novembro e Abril.

Este é período de inverno e início do verão, quando as temperaturas costumam ser mais amenas e as chuvas menos frequentes.

Mas, a Índia é um país relativamente complexo pela sua extensão e pela presença de períodos de monções, motivo pelo qual é importante fazer uma análise mais cuidadosa sobre a melhor época para visitar o país de acordo com a região que pretende conhecer e evitar furadas em sua viagem, caso não possa viajar entre Novembro e Abril.

Por isso, preparamos um post completíssimo sobre a melhor época para visitar a Índia e você pode consultar clicando aqui.

 

COMO CHEGAR EM JAIPUR

 

 

Jaipur fica a cerca de 230 km de distância de Delhi, e o trajeto de carro costuma levar cerca de 4 horas de viagem, já que as estradas indianas são bem movimentadas e em certos pontos engarrafadas. De trem, a viagem pode variar entre 4 horas e meia a 7 horas de duração, a depender da rota escolhida.

A distância entre Udaipur e Jaipur é 395 km e o trajeto de carro costuma levar quase 8 horas e por este motivo uma parada em Jodhpur e ou Jaisalmer no caminho é recomendada para diluir o tempo de estrada. De trem, a viagem pode variar entre 7 a 10 horas de duração, a depender da rota escolhida.

Importante mencionar que há voos diretos entre Delhi e Jaipur, Jaipur e Udaipur e Udaipur e Delhi, sendo possível fazer os trechos mais longos com transporte aéreo se esta for a sua preferência.

Ambos os trajetos têm duração de 1 hora aproximadamente o que parece absolutamente tentador comparado com a viagem de carro ou trem. Mas, não se esqueça de adicionar neste cálculo o tempo de transporte até o aeroporto e o tempo de antecedência do check-in, que na maioria dos casos vai somar cerca de 3 horas à viagem de 1 hora de avião entre as cidades.

Em relação aos voos, empresas locais como a Indigo e a Airindia operam voos diários entre essas cidades e recomendo que utilize o Skyscanner como seu buscador de passagens aéreas para encontrar os melhores horários e preços.

Como Jaipur faz parte da rota do Triângulo Dourado, sobre a qual já falamos em detalhes neste post, é comum que os viajantes chegem de trem, ônibus ou carro privado a partir de Agra e que de lá sigam viagem para Delhi ou continuem explorando o Rajastão.

Como já explicado no post completo sobre o roteiro de viagem pela Índia, nós alugamos um carro com motorista particular para nos auxiliar com o transporte entre as cidades que visitamos na Índia. Essa foi uma opção bem interessante para nós, tendo em vista o tempo curto da viagem e a possibilidade de fazer o roteiro conforme nossos interesses.

Você vai encontrar informações detalhadas sobre o roteiro de carro entre Agra e Jaipur, com paradas no caminho no tópico a seguir.

Conseguimos o contato de Hari Mangal com amigos que haviam utilizado os serviços dele algumas vezes e fizemos todo o processo de negociação e reserva através do email e telefone. O Hari prestou um serviço de confiança e por isso recomendamos que entre em contato através do +918800535915 ou harimangal@hotmail.com

Se a sua opção for viajar de trem, as rotas a seguir são as mais indicadas:

 

Melhores trens Delhi – Jaipur

 

12015 Ajmer Shatabdi Express com duração de 4 horas

12215 Delhi Sarai Rohilla-Bandra Garib Rath Express com duração de 5 horas

 

Melhores trens Udaipur – Jaipur

 

RAJ Hamsafar Express22986

JP UDZ Superfast T Special09721 ambos com duração de 7 horas

 

Melhores trens Agra – Jaipur

 

Ananya SF Express12315

AF AII Intercity12195

HWH DOZ Special03037

Se tiver interesse em fazer a viagem de trem, sugiro que compre os tickets com antecedência, pois essas rotas são muito procuradas e costumam lotar com algumas semanas de antecedência. Para saber como comprar os bilhetes de trem na Índia clique aqui.

 

QUANTOS DIAS FICAR EM JAIPUR

 

Jaipur é uma cidade repleta de atrações turísticas interessantes, além de ser uma cidade excelente para aproveitar da gastronomia indiana e do estado do Rajastão e fazer compras.

Por isso, vale a pena programar o seu roteiro de forma a ter qualidade de tempo para explorar a cidade em si, sem considerar os deslocamentos na chegada e saída.

A minha sugestão, que inclusive foi mais detalhada no post completo sobre o roteiro de viagem sugerido na Índia é de que separe pelo menos 1,5 dias para explorar Jaipur.

Digo 1,5 pois a metade do segundo dia pode ser dedicada à volta para Delhi, caso esteja fazendo o roteiro do triângulo dourado ou deslocamento para outra cidade na Índia se for o caso.

Mas, se quiser explorar Jaipur com mais calma e ir além do óbvio, considero que vale a pena dedicar de dois e meio a três dias para a cidade.

Clique aqui para conferir o post completíssimo sobre como organizar um roteiro na Índia com sugestão infalível para o roteiro do triângulo dourado.

Se for sair de Agra com destino à Jaipur de carro, sugiro que considere a seguinte rota e atrações no caminho.

 

ROTEIRO DE CARRO ENTRE AGRA E JAIPUR

 

Em nosso roteiro de carro pelo triângulo dourado, saímos de Agra com destino à Jaipur e fizemos paradas em Fatehpur Sikri e Chand Baori Step Well no caminho.

Para quem pretende fazer a viagem de carro essa é, sem dúvidas, a rota mais indicada entre Agra e Jaipur e certamente vai te deixar encantado. Neste post não vamos falar tudo sobre estas atrações, senão a leitura ficaria muito extensa, mas você pode conferir o post completíssimo sobre Agra clicando aqui.

A primeira parada foi o Fatehpur Sikri, que está situado a 35 quilômetros de distância de Agra e representa uma cidade totalmente construída de arenito vermelho pelo imperador Akbar, o mesmo que construiu o Agra Fort e uma atração imperdível no roteiro do triângulo dourado.

Mas, Fatehpur Sikri também pode ser visitado como uma day trip saindo de Agra, caso esteja planejando o seu roteiro na Índia de trem e não queira deixar essa atração de fora.

Ela foi construída pelo imperador como agradecimento pela realização da profecia que este teria filhos, após um longo período de tentativas com as suas diversas esposas.

A cidade foi toda planejada e tornou-se prominente por um bom tempo tendo inclusive sido a capital do império por 14 anos. No entanto, acabou sendo abandonada pela falta de água que assolou a região.

Um dos pontos principais de Fatehpur Sikri é a mesquita Jama Masjid, que merece certamente a sua visita. No dia que fomos lá haviam músicos tocando músicas árabes e nos encantou demais aquele cenário com som local no plano de fundo.

De lá, seguimos viagem para Jaipur, com uma parada no Chand Baori Step Well para ver como era o sistema de armazenamento de água ancestral que foi utilizado para garantir que haveria água para a população mesmo durante o período de seca.

Este poço foi construído entre os séculos 8 e 9 e contém 3500 degraus organizados em perfeita simetria para possibilitar o movimento de vai e vem na busca de água.

Hoje em dia o poço não é utilizado para o propósito de abastecimento de água, mas funciona como um ponto de interesse turístico não somente para estrangeiros como também para locais. É realmente impressionante!

Não deixe de visitar o templo milenar que fica ao lado do well, que é bem simples, mas cheio de espiritualidade. E de lá siga para Jaipur!

 

ROTEIRO DE DOIS DIAS EM JAIPUR

 

Se quiser ler um post mais objetivo sobre o que fazer em Jaipur, clique aqui para ler o post completo que publicamos com atrações tradicionais e fora do comum.

No primeiro dia dedicado a Jaipur, visitamos o City Palace, o Palácio da cidade que impressiona os visitantes com o seu complexo lindíssimo composto de jardins, pátios e prédios e muita história.

O City Palace foi inaugurado junto com a cidade Jaipur em 1727 pelo Marajá Sawai Jai Singh II, tendo sido expandido em momentos diferentes pelos sucessores do marajá de acordo com as necessidades de cada era.

O City Palace é capaz de narrar como a sociedade indiana e principalmente a família real de Jaipur evoluiu durante os séculos, inclusive durante a ocupação britânica.

Atualmente o palácio é uma atração turística super importante e visitada na Índia, como também local de celebrações religiosas, eventos culturais e recepções de representantes de outros países e do comércio mundial.

Por lá, os visitantes podem aprender muito sobre a história do Rajastão, da Índia, além de apreciar a beleza e riqueza em detalhes do palácio.

E que detalhes! Fiquei completamente apaixonada por este local, cheio de cores e texturas que nunca havia visto antes.

Depois de visitar o Palácio, seguimos para uma passada rápida no Mantra Yantra, que fica do lado do palácio e foi construído pelo mesmo marajá.

O Mantra Yantra é um centro de astronomia constituído por 13 instrumentos que performam desde 1724 a tarefa de rever o calendário e as tabelas astronômicas.

Essa visita fica ao seu critério, a depender dos seus interesses, mas pode valer a pena por ser bem pertinho do City Palace e ser facilmente combinado com a visita ao palácio.

A seguir, visitamos o Hawa Mahal, que em português significa o Palácio dos ventos e foi todo construído de arenito rosa e com um design super diferente e impressionante.

O palácio conta com 953 pequenas janelas em sua fachada e foi construído para possibilitar que a família real de Jaipur pudesse observar o dia a dia dos locais, assim como celebrações populares das janelas sem serem notados.

É sem dúvidas uma atração imperdível de Jaipur e você pode escolher visitar o seu interior ou apenas apreciar o exterior lindíssimo. Por sinal, para melhores vistas deste palácio, você pode programar uma parada estratégica no Wind View café ou em qualquer outro café do outro lado da rua com vista para o palácio.

Aproveitamos que estávamos na região para caminhar pelas ruas da cidade histórica de Jaipur e visitar os seus diversos bazares repletos de itens de todos os gêneros e também de muitas cores e sabores.

Vale conferir nas redondezas o Johri Bazar, Johari Bazar, o Bapu Bazar e a rua comercial M.I.Road Vyapar Mandal. Sugerimos que caminhe sem muita ordem, deixando-se levar pelo caos típico da cidade e observando o dia a dia los locais.

São momentos como esse regados de curiosidade e descobertas que fazem as viagens valer a pena. E fazer esse passeio vai te deixar ainda mais encantado e intrigado por este país riquíssimo em culturas e tradições.

Logo após, visitamos o Albert Hall Museum, um museu que conta uma rica coleção de artefatos incluindo pinturas, jóias, tapetes, pedras preciosas, esculturas e muito mais.

Mesmo que não tenha interesse em visitar o interior do castelo vale a pena passar pela sua frente, pois a arquitetura é muito bonita, com traços indianos e britânicos e de quebra muitos pombos voando por perto e deixando o local ainda mais mágico.

De lá, seguimos para o Nahargarh Fort de onde se pode ver um dos mais belos pôr do sol da Índia, com vista privilegiada da cidade de Jaipur até onde os olhos podem alcançar.

Neste momento, podíamos ouvir os cânticos das mesquitas islâmicas ecoando e observamos os locais, que do alto do forte mais pareciam formiguinhas, em seus afazeres domésticos.

Realmente um momento maravilhoso da viagem que vai deixar memórias em nossos corações para sempre.

Neste clima de satisfação, terminamos o dia conversando com um casal de indianos que sentaram ao nosso lado e depois seguimos para alguns drinks no super charmoso Palladio bar.

No segundo dia, visitamos o Patrika Gate, que embora fique um pouco distante das outras atrações que visitamos a seguir, valeu muito a pena por ser um local super interessante e fotogênico.

Jaipur na Índia - Dicas de viagem da cidade rosa

De lá seguimos para o templo Birla Mandir que foi todo construído com mármore branco e nos transmitiu uma paz enorme em seu interior repleto de esculturas hinduístas e de uma beleza sem igual.

Pulamos essa atração, mas sugerimos que se ainda não estiver cansado de templos, vale a pena visitar o Galta Ji Temple também chamado do templo dos macacos e importante local de perigrinação em Jaipur desde tempos remotos.

A seguir, passamos para apreciar o Jal Mahal, um palácio construído sobre as águas do lago de Jaipur. Reza a lenda que neste palácio, os homens da família real se reuniam com outras mulheres além das integrantes da família e se preparavam para caçar.

Ouvimos de nosso guia que ainda há muitos tigres e animais na reserva próxima do lago. Impressionante, não é mesmo?

A nossa próxima parada foi o lindíssimo Forte de Amber, um impressionante forte que funcionou como capital do principado de Jaipur e serviu de residência para os imperadores desde 1592 até 1727, quando a residência oficial foi alterada para o City Palace.

O forte que hoje pode se visitado foi erguido em cima dos resquícios de outro forte datado do século 11 e é considerado Patrimônio universal pela UNESCO.

O forte engloba estilos islâmicos e tradicionais do Rajastão e é uma atração imperdível para quem visita Jaipur e consiste em uma série de jardins, palácios, pátios e templos.

Vale a pena explorar o forte com calma, observar a rede de proteção construída pelas montanhas ao seu redor. Mas, evite fazer o passeio de elefante que é muito popular entre turistas que visitam o local.

Nós somos contra a exploração de animais como atrações turísticas e consideramos uma crueldade sem tamanho sustenta este tipo de turismo que não contribui em nada com a comunidade local ou natureza.

Ainda no forte, visitamos o maravilhoso restaurante 1135 AD, que acabou sendo a melhor experiência gastronômica que tivemos na Índia! Apesar de um pouco mais caro que outros restaurantes que visitamos, indicamos muito este local por servir pratos autênticos e deliciosos em uma atmosfera super charmosa.

A equipe do restaurante super gentil nos levou para conhecer o andar superior que pode ser alugado para eventos privados. O ambiente super sofisticado e autêntico pode ser uma excelente ideia para quem está em busca de um local para celebrar um momento especial ou até mesmo fazer um pedido de casamento – fica a dica! 🙂

O Eric foi promovido a marajá e não pude conter a risada com esse momento que vai ficar na memória para sempre!

Ao sair do forte, visitamos o Panna Meena ka Kund, o poço de reserva de água tradicional da região que encanta pela construção diferenciada e fotogênica.

Você já deve ter visto uma foto deste poço em seu feed do Instagram, mas é bom te alertar que caminhar nos degraus é proibido e que as pessoas que conseguiram tirar foto dessa forte o fizeram subornando os guardas em momentos em que outros turistas não haviam chegado.

Não sei vocês, mas considero uma loucura subornar um guarda para tirar foto bonita para o Instagram. Sem falar que ao caminhar por lá, os visitantes estão promovendo o desgaste de um local histórico e importante para a comunidade local.

Fica a seu critério, mas acredito que para tudo haja um limite e muita gente está esquecendo de noções básicas ao focar na estética as fotos. Mas, isso é papo para outro post!

Depois de visitar o poço, seguimos viagem para o próximo destino, que no nosso caso foi Delhi, cidade de onde voaríamos para o Nepal no dia seguinte.

Se for focar no roteiro do triângulo dourado em sua viagem para Índia, o retorno certamente será para Delhi e no caminho é possível parar em Shahpura and Ancient Vrindavan Palace se tiver interesse e disponibilidade de tempo.

Mas, se dispuser de mais dias para a viagem pode também seguir o roteiro para Udaipur, Jodhpur, Jaisalmer ou Varanassi!

 

DICAS PRÁTICAS PARA EXPLORAR JAIPUR

 

As atrações turísticas em Jaipur podem ser pagas com dinheiro ou cartão de crédito, sendo que no caso de pagamento com cartão você terá desconto na maioria dos locais.

Para se locomover por Jaipur, é possível utilizar Ubers ou autorikshaws, que são os carrinhos elétricos super comuns na Índia e ajudam bastante em caso de deslocamentos mais longos.

No centro histórico opte por caminhar e explorar a cidade com uma perspectiva mais local e detalhista.

Vale a pena fazer um roteiro coerente para evitar deslocamentos desgastantes entre as atrações, já que a cidade costuma ser bem engarrafada.

Além disso, pode consultar o mapa inteirativo abaixo, com pins nas atrações mais relevantes, inclusive atrações que não foram detalhadas abaixo.

 

 

Assim como em todas as cidades turísticas da Índia, turistas são agressivamente abordados em Jaipur para comprar objetos, contratar guias e autorikshaws.

Se não quiser comprar ou contratar guia, seja assertivo e evite que pessoas comecem a te seguir. Muitos dizem que não são guias e apenas querem passear com você e depois te cobram preços exorbitantes pelo “passeio”.

 

ONDE FICAR EM JAIPUR

 

Em Jaipur nos hospedamos no super charmoso Pearl Palace Heritage Hotel e amamos. O hotel é super bem decorado e tem um custo benefício inigualável!

Clique aqui para ler o post completo sobre o Pearl Palace Heritage e se encantar por este achado maravilhoso em Jaipur.

Mas, a variedade de hotéis em Jaipur é imensa e há opções para todos os bolsos e perfis de viajantes. E a seguir você vai encontrar uma seleção especial com os melhores custo benefício:

Hotel Hotel Pearl Palace 

Hotel Hotel Arya Niwas 

Hotel Alsisar Haveli – Heritage Hotel 

Samode Haveli 

Resort Nirbana Heritage Hotel and Spa 

Hotel Naila Bagh Palace Heritage Home Hotel 

Albergue Gypsy Monkey 

Albergue The Hosteller Jaipur 

A seguir, você vai encontrar uma seleção de hotéis de luxo em Jaipur!

Hotel SUJÁN RAJMAHAL PALACE 

Hotel The Oberoi Rajvilas Jaipur 

Hotel Taj Rambagh Palace 

Hotel Sarovar Premiere Jaipur 

Se não gostou dos hotéis listados acima, confira a seleção do Booking.com clicando aqui e faça a reserva com cancelamento gratuito. Desta forma, você ajuda o blog com uma pequena comissão e não paga nada a mais por isso. Obrigada! 🙂

 

As nossas dicas foram úteis para você?

 

Agradeceremos muito se planejar a sua viagem através dos links abaixo, pois assim nos dará um incentivo a manter a qualidade do blog sem pagar nada a mais por isso. Obrigada desde já! 🙂

– Reserve já seu hotel com cancelamento grátis através do Booking.com.

– O seguro viagem é item importante para a sua viagem, sendo obrigatório para os países da Europa. Faça já a sua pesquisa com a Real Seguros, compare as cotações dos melhores seguros e pague em até 6x sem juros.

– Já conhece o Airbnb? Cadastre-se aqui e ganhe R$ 180 de bônus no Airbnb para usar na primeira reserva – é grátis!

– Compre os ingressos com antecedência e evite filas. Confira todas as opções de ingressos, passeios e shows da VGet Your Guide

– Vai viajar de carro? Reserve já o carro para sua viagem com cancelamento gratuito através da Rental Cars, a melhor plataforma para comparação de preços entre as empresas de aluguel, com o melhor serviço de atendimento ao cliente

– Roteiros Personalizados: Se preferir, podemos planejar a sua viagem e elaborar um roteiro sob medida para você. Saiba mais clicando aqui e entre em contato através do email contato@omundoepequenoparamim.com.br