Está planejando uma viagem para Capri na Itália? Confira neste post todas as dicas para organizar uma viagem perfeita.

Capri é uma ilha fantástica e preserva o que há de melhor na Itália: gastronomia, paisagens alucinantes e cultura. Tudo isso banhado por um mar de arrepiar, de tonalidades únicas e que apaixonam qualquer visitante.

É um destino perfeito para qualquer viagem, seja de casal, com família ou até mesmo sozinho, pois certamente você encontrará opções perfeitas para o seu perfil.

Capri é assim, mágica e única e sem dúvidas figura na lista dos destinos mais paradisíacos e desejados no mundo e é claro que você não pode deixar de fora de sua bucketlist.

Por isso, preparamos este post que representa um verdadeiro guia com todas as dicas que você precisa saber para programar uma viagem para Capri.

+ Para verificar os melhores hotéis em Capri clique aqui –  com opções para todos os orçamentos e perfis de viagem.

+ Se estiver viajando para celebrar a sua lua de mel, confira as melhores opções de hotéis

 

CAPRI: UMA BREVE INTRODUÇÃO

 

Capri é uma comuna italiana da região da Campania, província de Nápoles, com cerca de 7.058 habitantes.

Localiza-se na Ilha de Capri no mar Tirreno e estende-se por uma área de apenas 3 km², mas tem belezas que não caberiam no país inteiro, tanto que é conhecida como uma pérola do Mediterrâneo.

Está bem próxima a Península de Sorrento, o que faz com que o deslocamento até a Costa Amalfitana seja prátivo e rápido e o roteiro pode/deve ser pensado para englobar uma visita às cidades mais incríveis desta região.

 

A ilha apresenta um fluxo turistas principalmente no verão, que transformam Capri em um destino de luxo, frequentado por artistas famosos e milionários do mundo.

Capri inspira desde a antiguidade poetas, artistas e intelectuais, como Pablo Neruda e a escritora Isabel Allende, o filósofo francês Jean-Paul Sartre, o escritor russo Máximo Gorki, o exilado Lênin, o poeta alemão Rainer Maria Rilke, os escritores Oscar Wilde, Graham Greene, Joseph Conrad, David Herbert Lawrence.

Não é a toa, pois este destino já foi dominado pelos Gregos, que deixaram sua passagem retratada nas paredes gregas (Mura Greche) em formato poligonal nos arredores da Piazzetta e na Scala Fenícia em uma longa escadaria, seduziu o imperador romano César Augusto no ano 29 antes de Cristo que gostou tanto da região que a quis para si, oferecendo emt roca dela a cidade de Nápoles, de sua propriedade e já passou por tantas transformações históricas que fica impossível descrever tudo aqui.

Capri é um daqueles destinos que você precisa ver para crer e chegando lá ainda assim vai ficar difícil acreditar na beleza e na magnitude deste local.

 

QUANDO VISITAR CAPRI

 

Capri é um destino que atrai turistas o ano todo, mas os períodos da primavera e verão são os mais procurados.

Isto porque, de Abril a Outubro, a cidade está envolvida em um clima super alto astral, todos os estabelecimentos estão abertos e a água do mar está em uma temperatura agradável.

É possível visitar a ilha durante os outros meses também, mas tenha consciência de que irá encontrar muitos restaurantes, bares e hotéis fechados e as rotas de chegada e saída estarão com frequência reduzida, principalmente no inverno.

Também ressaltamos que Julho e Agosto são meses extremamente cheios e se estiver planejando visitar a ilha nesta época, programe-se com antecedência, pois as melhores opções de hospedagem e transporte esgotam-se rapidamente 🙂

 

COMO CHEGAR EM CAPRI

 

A forma mais comum de chegar em Capri é saindo de Nápoles, através de barcos que levam de 50 minutos a 1 hora e 20 para completar o trajeto. As passagens custam cerca de 15 euros e você pode conferir os horários e comprar antecipadamente aqui.

Preste atenção, pois há dois portos em Nápoles, sendo que de Napoli Beverello partem os barcos rápidos e da Porto Callata Porta di Massa partem as lanchas convencionais. Anote esta dica e não se esqueça quando chegar lá!

Há também a possibilidade de sair da maioria das cidades da Costa Amalfitana com destino à Capri, com rotas entre de Sorrento, Positano, Amalfi, Salerno e Ísquia, por exemplo.

Estas rotas costumam ter frequência alta no verão e primavera, mas no resto do ano ou são suspensas ou têm pouquíssimas viagens, então certifique-se antes de programar a sua viagem.

Muita gente prefere alugar um carro para explorar a Costa Amalfitana, mas é importante saber que no período entre a Páscoa e início de Novembro é proibido entrar de carro ou moto em Capri!

+ Para consultar todos os detalhes sobre como chegar em Capri, inclusive saindo de Roma, clique aqui.

 

COMO SE LOCOMOVER EM CAPRI

 

Apesar de Capri ser uma ilha pequena, ela está dividida em 4 grandes regiões: Capri, Anacapri, Marina Grande e Marina Piccolla.

Além disso, a topografia da ilha não ajuda os viajantes, pois há muitas ladeiras por lá, tornando as caminhadas relativamente difíceis.

Mas, a boa notícia é que o transporte público funciona muito bem por lá e há linhas de ônibus e funiculares que te levam para todos os pontos de interesse sem grandes preocupações.

O trecho entre Capri e Anacapri, por exemplo dura apenas 15 minutos de ônibus e a frequência é bem regular. De Capri para Marina Picolla espere gastar 10 minutos de ônibus e para a Marina Grande o mesmo tempo, só que de funicular.

Diana Robinson

Os bilhetes simples custam cerca de 1,80 euros, ida e volta 2,70 e o ticket do dia inteiro custa 8,60 euros e vale a pena para quem pretende fazer um roteiro completo indicado neste post.

Uma boa ideia para os aventureiros é alugar uma vespa e viver o verdadeiro sonho italiano, afinal de contas, quem nunca sonhou em sair desbravando a costa do país nas tradicionais motonetas retratadas em tantos filmes e fotografias? Ah, um verdadeiro sonho…

Elas podem ser alugadas por um dia inteiro ou apenas por algumas horas e as agências de aluguel estão espalhadas por toda a ilha, principalmente em Capri e Marina Grande. E na maioria dos locais, não é necessário apresentar carteira de habilitação para conduzir motos, basta ter vontade e coragem!

Há também os táxis que, embora caríssimos, podem ser super úteis e práticos, especialmente na chegada com malas.

Outra excelente forma de se locomover por Capri é caminhando e esta é sem dúvidas uma de nossas prediletas, pois a magia do local só será revelada de forma integral através dos detalhes e eles só podem ser absorvidos com calma.

Se perca pelas ruelas charmosas, entre nos caminhos que parecem atraentes, pegue as escadas e desbrave Capri da sua maneira, pois ela será única!

 

ONDE FICAR EM CAPRI

 

Onde se hospedar em Capri é uma dúvida para a maioria dos viajantes – pois há muita oferta de hotéis maravilhosos e com variados preços – mas vamos simplificar esta decisão para você.

+ Para verificar os melhores hotéis em Capri clique aqui –  com opções para todos os orçamentos e perfis de viagem.

Apesar de Capri ser uma ilha pequena, ela é dividida em quatro regiões diferentes e a escolha de onde ficar depende muito dos seus planos de viagem, do perfil de viajante e da disponibilidade financeira.

Capri é o centro da ilha, onde os melhores restaurantes, lojas, hotéis e agências estão situados. De lá, tem-se fácil acesso às atrações turísticas e por isso é a mais popular entre os turistas, além de ser a região mais charmosa da ilha.

Anacapri é o ponto mais alto da ilha e tem as melhores vistas do local. A região tem um centro bem animado, com lojas e restaurantes e também tem hotéis super interessantes com preços mais em conta.

O grande problema de Anacapri é o deslocamento para os outros pontos da ilha, pois os táxis são caros e os ônibus relativamente lentos e com frequência irregular, por isso o custo de transporte deve ser colocado na ponta do lápis quando for escolher o seu hotel 🙂

Além de Capri e Anacapri, a ilha conta com as regiões da Marina Grande e Marina Piccola, sendo que ambas são próximas aos portos que servem a ilha.

A Marina Grande é a porta de entrada dos turistas na ilha e durante a manhã esta região fica super movimentada com a chegada dos turistas. Ao optar por ficar neste local, é importante saber que você vai precisar utilizar transporte público, táxi ou fazer caminhadas mais longas para conhecer as atrações da ilha, por outro lado, saiba que terá diversas opções de agências no local.

Já a Marina Piccola é menos movimentada, tem praias lindíssimas e assim como a marina grande torna necessária a utilização do transporte público, táxi ou fazer caminhadas mais longas para conhecer as atrações da ilha,

Depois de analisadas as características de cada região de Capri, vamos às dicas dos melhores hotéis para a sua viagem – Para acessar o post completo clique aqui.

Fizemos uma seleção das melhores áreas e hotéis para se hospedar na cidade de acordo com a segurança, facilidade de acesso e proximidade dos principais pontos turísticos. Confira as melhores opções de hotéis e reserve com cancelamento gratuito através do Booking.com.

Capri Inn 180 o quarto duplo

O Capri Inn está situado a apenas 200 metros do terminal de balsas da Ilha de Capri. Este estabelecimento oferece um terraço na cobertura com espreguiçadeiras e vista deslumbrante sobre o Mar Mediterrâneo e do Golfo de Nápoles.

Os quartos possuem um design moderno e são todos climatizados. Cada um dispõe de acesso à internet sem fio (Wi-Fi) gratuito, TV LCD e varanda privativa com vista do mar.

O Capri Inn serve um café-da-manhã italiano com croissants e café todos os dias.

Este estabelecimento remonta à década de 1920. Além disso, apresenta conexões de transporte excelentes à Itália continental e à Ilha de Ischia.

 

La Marocella – € 160 o quarto duplo

Localizado em Capri, esta casa de férias oferece Wi-Fi gratuito. Os hóspedes beneficiam de varanda.

A cozinha está equipada com frigorífico. Toalhas e roupa de cama estão disponíveis nesta acomodação auto-suficiente.

Piazzetta di Capri fica a 300 metros de La Maroc Ella, enquanto Castiglione está a 500 metros da propriedade. Aeroporto Internacional de Nápoles fica a 37 km de distância.

 

Villa Helios – € 155 o quarto duplo

Situado em um parque natural no centro de Capri, o Villa Helios fica a apenas 5 minutos a pé da famosa Piazzetta. A propriedade oferece quartos com ar-condicionado e TV de tela plana.

Todos os quartos no Helios possuem banheiro privativo com amenidades de banho gratuitas. Alguns dispõem de vista do Mar Tirreno ou um terraço.

Você poderá relaxar com uma bebida à noite no terraço do hotel com vista do mar.

 

Regina Cristina – € 150 o quarto duplo

O Hotel Regina Cristina fica a 2 minutos a pé da praça central de Capri, a Piazzetta, e da principal área de compras da cidade. Além disso, está próximo ao mosteiro de San Giacomo di Certosa. A propriedade dispõe de piscina e quartos com ar-condicionado e TV via satélite.

Os quartos foram completamente renovados na década de 1990, em estilo neoclássico, e apresentam artesanato e cerâmica locais. Alguns apresentam varanda e banheira de hidromassagem, e os quartos do 4º andar oferecem vista do Mar Mediterrâneo.

No Regina Cristina, você vai encontrar um bar com vista para o jardim e restaurante aberto para o buffet de café da manhã, almoço e jantar. Ambas as áreas apresentam a decoração característica do hotel.

 

Villa Apollo B&B – € 150 o quarto duplo

Localizada a 300 metros da famosa praça Piazzetta di Capri, a Villa Apollo é um apartamento de 2 andares com ar-condicionado. As comodidades incluem máquina de lavar roupa, TV de tela plana e cofre.

O apartamento é composto por cozinha compacta com área para refeições e área de estar separada. Também inclui banheiro privativo com chuveiro e secador de cabelo.

 

B&B Palazzo a Mare – € 140 o quarto duplo

Esta acomodação está a 1 minuto de caminhada da praia. O B&B Palazzo a Mare está localizado na ilha de Capri, a apenas 50 m da praia e oferece acomodações com ar-condicionado, além de um terraço.

Os quartos do B&B Palazzo a Mare apresentam um estilo clássico e dispõem de Wi-Fi gratuito, TV de tela plana, café-da-manhã com pratos doces e piso de azulejo. Os apartamentos possuem uma cozinha compacta totalmente equipada.

Você pode desfrutar de especialidades locais no restaurante em frente à propriedade. Você estará a 10 minutos a pé de distância do porto e de um ponto de ônibus, que oferece conexões para o centro de Capri.

 

Casa Costanza B&B – € 140 o quarto duplo

Apresentando Wi-Fi gratuito em toda a propriedade, Casa Costanza B & B está localizado em Capri, a 200 metros da Piazzetta di Capri.

Cada quarto neste cama e pequeno-almoço é climatizado e está equipado com uma televisão de ecrã plano. Algumas unidades têm vista para o mar ou montanha. Os quartos incluem uma casa de banho privativa com banheira ou chuveiro. Para seu conforto, você vai encontrar produtos de higiene pessoal e secador de cabelo.

I Faraglioni está a 600 metros da Casa Costanza B & B, enquanto Castiglione está a 700 metros da propriedade. O aeroporto mais próximo é o Aeroporto Internacional de Nápoles, a 36 km de Casa Costanz.

 

Marlin Guest House – € 130 o quarto duplo

A Marlin Guest House está situada no centro de Capri, a 200 metros da Piazzetta di Capri.

A pousada oferece quartos com ar-condicionado e TV de tela plana, e WiFi gratuito em toda propriedade. Todos os quartos da Marlin Guest House apresentam um ambiente clássico no estilo de Capri, e contam com banheiro privativo com amenidades de banho de cortesia e secador de cabelo. Algumas acomodações dispõem de uma varanda com vista.

 

Hotel Esperia – € 100 o quarto duplo

Com vistas panorâmicas sobre a costa de Capri e para o Golfo de Salerno, o Esperia é um hotel com atmosfera íntima e gerência familiar. Dispõe de acesso gratuito à Internet sem fio (Wi-fi) e quartos com ar-condicionado e TV de LCD.

Os quartos do Hotel Esperia têm decoração no estilo mediterrâneo, com paredes caiadas e piso em azulejo, sendo que alguns têm varandas com vista para o Mar Tirreno.

Um café-da-manhã diário, incluindo cappuccino, chás e doces caseiros é servido no terraço com vista para o mar. Também há serviço de quarto à sua disposição.

 

O QUE FAZER EM CAPRI

 

Capri é uma ilha encantadora e engloba cidades super interessantes  e diversas atrações imperdíveis.

Sendo assim, 1 dia é um período muito ingrato para conhecer as belezas do local, mas é possível fazer um roteiro incrível conforme descrito neste post.

+ Se preferir, verifique as opções de tours e experiências por Capri, Sorrento e Positano e reserve já o seu passeio pela Viator.

 

Passeio de barco { giro dell’isola }

Os tours organizados são excelentes opções para quem tempo pouco tempo, duram cerca de 2 horas e custam 20 euros. Já o aluguel de uma embarcação, com ou sem marinheiro, é a melhor opção para quem quer curtir o mar de Capri sem pressa e custa cerca de 150 euros.

Os passeios de volta à ilha contemplam a visita à Marina Grande, A estátua do Scugnizzo, Gruta do Cora, Gruta Branca, L’Arco Naturale, Villa Malaparte, Os Faraglioni, A baía de Marina Piccola, Gruta Verde, Farol de Punta Carena e Gruta Azul.

Isso mesmo, o passeio é uma excelente forma de ter uma visão panorâmica da ilha e você certamente vai ficar espantado com a beleza do local. Ao desembarcar, não deixe de passar para conhecer a feirinha e o comércio do porto.

Depois, aproveite para almoçar por perto e siga para a próxima aventura: o Monte Solaro.

 

Monte Solaro

A forma mais simples de chegar no Monte Solaro é através do teleférico que te leva ao topo em 12 minutos e parte da praça Vittoria de Anacapri. O ticket de ida e volta custa 11 euros e o de ida 8 euro.

Para chegar lá. pegue o ônibus de Capri e desça no ponto de Anacapri ( preste atenção, pois o motorista irá gritar “Anacapri”), a poucos metros da entrada do teleférico e de lá suba as escadarias até o local.

O Monte Solaro é chamado também de “Acchiappanuvole”, em português “pega-nuvens”. Isto porque, ao amanhecer,  quando aumenta a diferença térmica entre o mar e as rochas, se forma uma cortina de vapor no monte no formato de coroa de nuvens, deixando o local com um ar misterioso e único.

Para descer, você pode escolher voltar de teleférico ou caminhar, passando por duas outras atrações incríveis no meio do caminho.

Uma dela é a área de Cetrella, constituída de uma pequena igreja, com uma torre, sacristia e uma pequena cúpula que foi adicionada no século XVII. Este foi um lugar para retiro espiritual, onde moravam os eremitas que pertenciam a ordem dos Franciscanos e dos Dominicanos.

No complexo existem algumas celas, uma ampla e bem equipada cozinha, banheiros e um horto e na Igreja de Santa Maria de Cetrella existe uma capela e a imagem de S. Maria conservada ao seu interno é especialmente querida pelos marinheiros de Anacapri que, no passado, quando a colheita de coral os levava para longe da ilha, costumavam subir em peregrinação até a igrejinha de Cetrella antes das perigosas expedições.

Ainda no caminho, você poderá visitar a castelo do Barbarossa, erguido sobre as rochas a nordeste de Anacapri, em um dos picos menores do imponente Monte Solaro.

Neste loca, foram encontrados os restos do Castelo Barbarossa, o qual se encontra a 412 metros acima do nível do mar e sobre o qual não se sabe ao certo o período de construção do castelo, podendo ser entre séculos X e XII. Vale a pena passar para conhecer.

Na base do monte, você poderá aproveitar a oportunidade para desbravar Anacapri, a irmã mais original de Capri, que conseVa o seu lado tradicional.

 

Anacapri

Anacapri é a segunda maior cidade da ilha, atrás apenas de Capri e tem um centro histórico super interessante, que merece um passeio com calma pelas ruelas floridas e pela praças.

Se ainda estiver cedo, ao sair da Piazza Vittoria, que leva ao teleférido do Monte Solaro, siga pela Via Capodimonte, a rua que leva ao Museo di Villa San Michele e a um ponto panorâmico com vista para o Golfo de Nápoles.

Se já estiver anoitecendo, siga pela Via Giuseppe Orlandi, uma rua exclusiva para pedestres que atravessa o centro histórico de Anacapri.

No caminho, passe na Casa Rossa “Casa Vermelha”, uma singular construção que engloba diversos estilos arquitetônicos, a qual pertenceu ao coronel americano John Cay H. Mackowen, que desembarcou na Italia logo após a guerra civil americana e se estabeleceu em Anacapri até 1899.

No interior da Casa Rossa foi organizada uma mostra permanente chamada L’isola dipinta, onde se pode apreciar imagens de Capri com suas tradições e hábitos quotidianos no período entre o século XIX e XX. Além disso encontram-se também três estátuas romanas encontradas entre 1964 e 1974 na Gruta Azul.

Não deixe de conferir a Igreja de San Michele, do lado esquerdo encontra-se a praça San Nicola. Trata-se de uma igreja barroca dedicada a San Michele Arcangelo construída entre os séculos XVII e XVIII em um complexo das Teresianas, do qual fazia parte.

É uma igreja com a planta octogonal em forma de cruz grega famosa pelo pavimento em mosaico onde estão representados Adão e Eva no Paraíso Terrestre produzido em 1761.

De lá, siga para a praça Armando Diaz, onde costumavam acontecer reuniões públicas e onde ainda hoje se encontram os habitantes de Anacapri, sentados em bancos de mosaico pintados a mão.

Em frente a praça você irá encontrar a Igreja de Santa Sofia, erguida em 1510 para substituir a antiga paróquia de S. Maria di Costantinopoli. A igreja conta com duas capelas do final do século XVII e duas torres construídas no século XVIII.

De Anacapri, pegue um ônibus ou um táxi até o centro de Capri para finalizar o dia desbravando a região e jantando em algum restaurante incrível.

 

Capri, seu centro e Piazzetta

É na Piazza Umberto I, mais conhecida como Piazetta, que o movimento de Capri está concentrado.

No passado, a Piazzetta era centro da vida local, sede do mercado de verduras e do peixe e em 1938, o jovem caprese Raffaele Vuotto colocou algumas mesinhas e a Piazzetta ganhou um caráter mais animado. Desde então, o local representa o que há de melhor na ilha e você não pode deixar de explorar os seus detalhes.

A melhor forma de conhecer esta região é caminhando sem o mapa na mão, deixando-se levar pela atmosfera contagiante do centro e se quiser, parar em um café, lanchonete ou experimenta um apperitivo italiano.

E um passeio super tranquilo e muito agradável para curtir com os filhos, em lua de mel ou até em uma viagem mais despretensiosa com os amigos. Sem dúvidas, não pode ficar de fora do seu roteiro!

 

Villa San Michele – Axel Munthe

Este belo local é, na verdade, uma casa construída por um escritor sueco que tinha o sonho me morar no Mediterrâneo.

Ao chegar em Capri, em 1885, Axel Munthe era um jovem médico e na ilha encontrou o lugar que gostaria de morar e construiu seu lar sobre os escombros de uma antiga capela dedicada a San Michele, a partir de uns poucos rabiscos feitos em uma parede.

A obra finalizada ficou incrível e trata-se de um complexo de vários níveis, com escritório, quintal, mirante circular com vista para o Golfo de Nápoles e uma atmosfera muito fantástica.

Lá, foram encontrados restos arqueológicos, de muitos objetos diferentes como sarcófagos, bustos, pavimentos romanos, mármore e colunas.

Já no jardim existe uma tumba grega e uma esfinge em granito que dão um toque especial ao mirante com vista para a ilha de Capri, fazendo do local uma parada imperdível em Capri.

Para chegar, você pode pegar um ônibus para Anacapri, descer na praça Vittoria ponto principal, descer as escadas em frente ao ponto e continuar pela rua repleta de árvores do lado esquerdo.

 

Farol di Punta Carena

O Faro di Punta Carena está localizado na extremidade sul da ilha de Capri, na Península do Limmo, nome que deriva do latim limen e que significa fronteira em português.

Este é extremo da ilha e depois dele há apenas mar…até a Sicília, outra ilha maravilhosa na Itália.

O cenário é paradisíaco, entre o penhasco da Migliera, os muros de defesa construídos pelos ingleses no início do século XIX para proteger Caprie o belíssimo mar que banha a ilha.

Saiba que este é o melhor lugar da ilha para curtir o pôr do sol no mar, possivelmente sentado tomando um aperitivo em um dos bares abertos exclusivamente durante o verão.

Para chegar lá, você pode utilizar os ônibus que partem do terminal de Viale Tommaso de Tommaso em Anacapri ou caminhar pela Viale Tommaso de Tommaso e Via Nuova del Faro por cerca 40 minutos.

 

Passeios de bate e volta para Sorrento e Positano

Viajar para Capri e não fazer uma visita a Sorrento e ou Positano é uma verdadeira heresia, até porque a viagem entre as ilhas é super rápida e é possível fazer o percurso através de diversas agências que oferecem “tour all inclusive” ou até mesmo por conta própria.

A viagem de Capri a Sorrento ou Positano dura apenas 1 hora e é super prática, com diversos horários ao longo do dia ( exceto no inverno ).

Não é necessário reservar ou comprar a passagem com antecedência, exceto se estiver planejando viajar em feriados ou nos meses de julho e agosto, pois há muita procura nestes períodos.

Há a opção de viajar de balsa (tragheto) e barco rápido (aliscafo), sendo a balsa é mais barata e mais lenta do que os barcos rápidos. Vale a pena optar pela balsa se você quer economizar e se você costuma enjoar no mar.

+ Elaboramos um roteiro completo para visitar Positano e Sorrento em 1 dia ou 2 – clique aqui para conferir.

 

Gostou das dicas? Reserve seu hotel, compre o seu seguro viagem com 15% de desconto ou compre os seus passeios através dos links afiliados e ajude o blog com uma pequena comissão. Obrigada 🙂


roteiros personalizados

advert-image